31/01
HQs multimídia

E já que o Colégio Raízes vai utilizar novas ferramentas, como o iPad, em sala de aula para deixar o ensino forte e o aprendizado ainda mais bacanas, nada melhor do que conhecer novas formas de ter acesso ao conhecimento com a ajuda da tecnologia, certo?

Quadrinhos multimídia, reportagens contadas por meio de HQs digitais e a mistura de vários gêneros e técnicas são apenas alguns exemplos do que está sendo feito para deixar o acesso à informação ainda mais interessante.

O blog Newsgames, da revista Superinteressante, fez uma seleção de três trabalhos muito bacanas. Um deles foi feito pelo mogiano Edson Oda. No vídeo Malaria, que ele fez para o concurso de divulgação do filme “Django Livre”, Oda mistura stop motion, quadrinhos, origami e western.

Tem também a versão em quadrinhos em HTML5 do conto “O Filho do Coronel”, do escritor Roberto Bolaño, feita pela revista Granta. Se você curte zumbis, então vai gostar da proposta. Para ver, é só clicar aqui.

Outra ideia bem bacana foi desenvolvida pelo Symbolia, que está fazendo jornalismo em quadrinhos para tablets. Clique aqui para ver a primeira edição

30/01
Equipe reunida

Os professores voltaram das férias um pouquinho antes para começar o planejamento das aulas.

Nesta quarta-feira (3), rolou uma reunião com a equipe do ensino médio para a troca de algumas ideias, como, por exemplo, o melhor momento das turmas utilizarem os tablets em sala de aula.

Os professores também “navegaram” bastante no conteúdo digital por meio dos iPads e tiraram dúvidas sobre a sincronização do equipamento nas salas. Eles estão ficando fera!

Também tivemos a participação de novos professores, que chegaram neste ano para reforçar nossa equipe. Vocês vão conhecê-los a partir de segunda-feira (4), com o início das aulas.

O encontro foi muito bacana. Quem quiser dar uma olhadinha nas fotos, é só ir lá no Flickr do Raízes, clicando aqui.

29/01
Campus Party em casa

Nesta última semana de férias começou a Campus Party 2013, evento muito bacana que rola em São Paulo e reúne muita gente para falar sobre tecnologia, inovação, cultura nerd, internet e uma série de ideias divertidas.

Se você dormiu no ponto e não fez sua inscrição prévia para ser um campuseiro e ter acesso a todas as atrações da programação, não tem problema, pois a Campus Party tem um espaço gratuito com as últimas novidades e tendências no ramo da tecnologia, a Zona Expo.

Além disso, há o site Campus Live, onde serão exibidas algumas das palestras da programação. Quem tiver de bobeira em casa às 13 horas desta terça-feira (29) pode assistir ao bate-papo com o Buzz Aldrin, o segundo homem a pisar na Lua. O cara deve ter muita história para contar.

Já na quarta-feira (30), às 19 horas, vai rolar uma palestra com o fundador da empresa de jogos Atari (alguém aí já jogou?), Nolan Bushnell. Quem curte games não pode perder.

Para acompanhar estas e outras palestras pela internet é só clicar aqui e acessar o site do Campus Live.

28/01
Boliche para a equipe Pink

A galera do 2º ano, que ganhou a Gincoc 2012, vai curtir o prêmio conquistado na competição nesta semana.

A rodada no boliche está marcada para quarta-feira (30), das 18 às 20 horas.

O boliche fica rua Delphino Alves Gregório, 191, no Mogilar. Esperamos a equipe pink lá!

Aplicando o sistema bilíngue

O I Encontro de Capacitação no Brasil do Sistema Uno Internacional também contou com oficinas sobre o Bicultural English (BE), programa desenvolvido para que os alunos exerçam suas competências em sala de aula por meio de uma metodologia bilíngue.

Como muito foi falado no congresso, o BE não ensina inglês para os alunos, ensina em inglês. As oficinas também tiveram a participação de representantes de parceiros do Uno Internacional, como a coordenadora do Toefl Junior Test, a americana Valerie Becker, que passou informações e tirou dúvidas dos professores.

Por meio de uma carga horária maior de aulas de inglês, voltadas para o processo de imersão, em que só se fala a língua estrangeira durante as aulas dessa disciplina, o ensino de inglês é contextualizado e, por isso, promove uma verdadeira integração de aprendizado e comunicação.

No Raízes, teremos a partir deste ano três aulas de inglês por semana para as turmas da educação infantil e do ensino fundamental I (até o 5º ano). No ano que vem, serão cinco aulas semanais do idioma para as turmas do infantil e do fundamental I. Além disso, o sistema bilíngue também será implantado no ensino fundamental II.

A prô Bia, nossa professora de inglês, ficou muito satisfeita com tudo o que viu no congresso. “Conheci professores que aplicam o bilinguismo, o que demonstra que essa realidade é possível sim. Vamos aprimorar o estudo do inglês dos alunos do Raízes”.

Ela contou também que as oficinas discutiram a utilização do sistema bilíngue nas escolas parceiras, formas de uso do conteúdo digital para o desenvolvimento das habilidades comunicativas dos alunos em inglês e também o Fun Theory, método onde o aluno aprende melhor se divertindo.

25/01
Mudança necessária

O mundo muda e eu me transformo. Essa frase foi uma das mais ditas durante o I Encontro de Capacitação no Brasil do Sistema Uno Internacional e tem tudo a ver com as novidades do Raízes para 2013.

Com a parceria feita com o Uno, vamos agregar mais ações ao conteúdo forte da nossa escola, para que possamos acompanhar as evoluções do mundo e oferecer um preparo completo aos nossos alunos.

Nesse sentido, o iPad será uma importante ferramenta do professor, para preparar e dar as aulas. O equipamento também será usado pelos alunos, porém, nos momentos em que o professor achar necessário, já que na maior parte do tempo os estudantes terão como apoio o material didático impresso, além do conteúdo digital, que poderá ser acessado de casa, por meio do computador.

Quem fala mais sobre essas mudanças é a coordenadora do ensino fundamental II e do ensino médio, professora Beth Godoy. Dá uma olhadinha na conversa que tivemos com ela.

O que você viu no congresso que achou muito bacana?
A importância da formação contínua, a busca por novidades e o planejamento são coisas fundamentais para o professor. E essa capacitação faz parte disso. Com uma aula bem planejada, a troca da ferramenta, seja ela digital ou não, é tranquila. Até porque, o iPad será usado pelo professor, mas os alunos usarão o material didático impresso na maior parte das aulas.

De que forma o novo sistema vai impactar nas aulas?
O impacto já começou com a participação dos professores no congresso do Sistema Uno Internacional. Todos estão muito motivados. Eles também receberam informações primordiais, como explorar ao máximo o conteúdo do sistema e tudo que ele oferece. Só assim poderemos agregar mais informações, atividades e ferramentas ao conteúdo forte do Raízes. Esse é o diferencial, o uso da tecnologia como ferramenta, como um meio para tornar as aulas mais dinâmicas, para chamar e prender a atenção dos nossos alunos.

Por que essa mudança é importante neste momento?
Isso foi uma questão muito abordada no congresso, inclusive tivemos uma palestra para discutir as razões para mudar. É a partir de uma mudança que melhoramos, conhecemos novos horizontes, damos passos mais largos. E é isso que estamos fazendo, desde setembro, quando a escola optou pelo novo sistema. Vale destacar que a escolha pela mudança foi feita com muito critério, com planejamento.

24/01
Novo sistema alinhado com a filosofia do Raízes

Apesar das novidades que serão aplicadas no Raízes a partir deste ano, com a implantação do Sistema Uno Internacional – como as ferramentas digitais e o bilinguismo – muitas ações que fazem parte do Uno já são realizadas na nossa escola.

Isso porque o novo sistema está alinhado com a filosofia do colégio. Quem explica melhor essa questão é a coordenadora da educação infantil e do ensino fundamental I, Beth Faria, que bateu um papo com o blog após sua participação no I Encontro de Capacitação no Brasil do Sistema Uno Internacional. Olha só!

O que você destacaria de tudo o que foi falado no congresso?
O mais importante foi entender o funcionamento do Sistema Uno Internacional, principalmente em relação aos quatro processos: o de formação, que trata justamente da capacitação dos professores; o de avaliação, que envolve professores, coordenadores, alunos e pais para o aprimoramento do ensino; o de digitalização, ligado às ferramentas e à cultural digital em sala de aula; e o de desenvolvimento humano, que envolve o desenvolvimento das habilidades e competências dos alunos, trabalhando o que eles têm de melhor.

Muitas novidades foram apresentadas?
No que diz respeito à mudança da escola para acompanhar a transformação e a evolução do mundo, sim. Participamos de palestras que trataram justamente disso, da importância de utilizarmos a tecnologia em sala de aula para despertar o interesse das crianças e dos jovens que vão aprender com a gente. Mas também percebemos que tudo o que o Sistema Uno Internacional oferece está alinhado com os trabalhos que já desenvolvemos há muito tempo no Raízes.

Quais projetos?
O projeto Eu Tenho Atitude Sustentável, por exemplo, engloba uma série de ações que nós já trabalhamos com as crianças, seja em projetos pontuais ou nas aulas de Educação Ambiental. O uso das tecnologias também. Graças a ferramentas do meio digital estreitamos nosso relacionamento com pais, alunos e colaboradores pela internet, com a presença nas redes sociais e os dois blogs. A preocupação em buscar coisas novas e evoluir sempre fez parte da filosofia do Raízes. Tudo isso aliado a um conteúdo forte.

23/01
Mudança gradativa

Quem também participou do I Encontro de Capacitação no Brasil do Sistema Uno Internacional foi a diretora do Colégio Raízes, Silvia Alves dos Santos.

Ela participou das oficinas voltadas para os diretores das escolas parceiras e recebeu mais informações sobre a entrega do material, a manutenção periódica que as unidades devem receber e o uso das ferramentas.

Em um bate-papo com o blog, Silvia contou que toda a equipe está muito motivada, que as unidades do Raízes já estão com todas as salas adaptadas e que a expectativa é muito grande.

Ela destacou também que, apesar da ansiedade com relação às novas ferramentas e ao novo sistema, as mudanças vão acontecer durante o ano de 2013, ou seja, gradativamente.

Qual a sua avaliação sobre o evento e a participação dos professores do Raízes?
Nossos professores conseguiram entender todos os aspectos do Sistema Uno Internacional, tudo o que ele oferece, o que é importante para que eles possam trabalhar com todas as ferramentas, não só com o iPad, mas também com o conteúdo digital e com os parceiros, para melhorar ainda mais nosso conteúdo. Ficou claro que a escola do futuro não pode ignorar as novas linguagens e o uso da tecnologia em sala de aula, que temos de investir mais em outras línguas, como o inglês e o espanhol, e que não podemos ficar estagnados. Além disso, os professores voltaram muito motivados. Estamos muito contentes com tudo o que aprendemos.

O trabalho em equipe e a troca de experiência também foram importantes?
Sim, valeu a pena viajarmos em grupo e passar um tempo maior juntos. Isso só fortalece os laços profissionais e o espírito de equipe, o que é fundamental para que o trabalho dê certo. Estamos promovendo essas mudanças para benefício dos alunos e os professores estão empenhados em melhorar cada vez mais as aulas e o aprendizado dos estudantes, independentemente do sistema que utilizamos.

E com relação ao uso das tecnologias em sala de aula, o que foi falado?
Que o iPad é uma ferramenta de um sistema que oferece mais do que a digitalização da escola. E tudo que o Uno Internacional oferece vem para complementar o que sempre tivemos: conteúdo forte e o desenvolvimento das habilidades dos alunos, seja nas aulas regulares, nas complementares ou nos projetos realizados durante o ano para incentivar a criatividade e o aprendizado dos estudantes. Além das ferramentas digitais, vamos também adotar o sistema bilíngue, aumentando a carga horária no ensino do inglês, e contar com parceiros, como o Discovery Education. Enfim, não podemos dar aulas como dávamos no século XXIX, o mundo mudou e estamos acompanhando esse processo.

A escola está se preparando desde setembro para as novidades, certo?
Sim, começamos a preparar a escola o quanto antes para garantir a implantação do novo sistema com tranquilidade. Nenhuma mudança acontece de uma hora para outra, por isso nos planejamos para que isso acontecesse ao longo de 2013. As salas já estão equipadas, já recebemos os iPads para os professores e o congresso que aconteceu agora em janeiro é apenas o começo de uma formação contínua da equipe. A cada 15 dias receberemos nosso coach para auxiliar os professores e dar suporte. Além disso, o Uno tem uma programação com a visita de educadores e profissionais da área nas escolas parceiras.

22/01
Planejando as aulas

Depois de dois dias de uma capacitação intensa e muito empolgante, os professores do Raízes reuniram-se na segunda-feira (21) para trocar ideias e já começar o planejamento dos trabalhos para as aulas de 2013.

Mais do que dar início ao processo de formação dos nossos professores, o I Encontro de Capacitação no Brasil do Sistema Uno Internacional motivou nossa equipe e reiterou a união dos profissionais, o que é fundamental para o processo de ensino-aprendizado.

As dinâmicas pedagógicas realizadas no evento foram importantes para a troca de experiência e também para salientar a importância do papel dos professores no aprendizado dos alunos.

Entre os educadores com quem nossos professores tiveram contato está Paulo Ronca, professor doutor em Psicologia Educacional pela Unicamp e um dos maiores especialistas do país na área da educação.

“Independentemente da mudança de sistema, o conteúdo é o mesmo, nosso conhecimento é o mesmo, e o papel dos professores é o mesmo, ou seja, auxiliar o aluno para que ele tenha sucesso em seu aprendizado. A diferença é que teremos novas ferramentas para continuar despertando o interesse dos estudantes, novas possibilidades em sala de aula”, comentou a prô Luciane, de Informática.

Para a nossa equipe, a participação no congresso também foi importante, pois, mais do que nunca, o professor deve sempre se atualizar e não parar de pesquisar novas formas de ensinar. Afinal, como lembrou a professora Ana Cristina, do ensino fundamental: “O mundo mudou, a escola está mudando e o professor também tem de se transformar”.

Nesse sentido, a prô Maria Inês, de Matemática, destacou a palestra dada por Luciano Meira, professor de psicologia da UFPE e especialista em games educacionais. “Gostei muito desse encontro, pois falamos do sujeito da atualidade, ou seja, quem é o nosso aluno e como devemos nos aproximar dele. Usar recursos que falam a língua do jovem é fundamental”.

Já o professor Roberto Carlos, de Espanhol, contou sobre a expectativa de começar a preparar as aulas. “Estamos cheios de ideias para 2013. Também voltamos mais unidos, o que é muito importante num processo de mudança. Isso nos dá segurança, um dará suporte ao outro. Sinto que estamos muito orgulhosos de trabalhar juntos e ansiosos para começar a colocar tudo em prática”.

Pois é, a vontade de começar essa transformação é tanta que os professores do Raízes já estão organizando encontros para conhecer cada vez mais os recursos do iPad e o conteúdo digital oferecido pelo Uno Internacional. Com certeza as aulas serão ainda mais bacanas em 2013!

21/01
Professores capacitados e motivados

Os professores do Raízes voltaram do I Encontro de Capacitação no Brasil do Sistema Uno Internacional cheios de ideias e informações bacanas e muita vontade de tornar o aprendizado da nossa escola ainda melhor.

No evento em Brasília, eles puderam se preparar para 2013, recebendo informações importantes sobre o uso do conteúdo digital em sala de aula e suporte tecnológico para os iPads, que irão substituir os livros didáticos dos professores.

Nossa equipe também participou de oficinas que tinham como objetivo incentivá-los a trabalhar com o projeto pedagógico, as ferramentas e os parceiros do Sistema Uno Internacional.

Entre as atividades, os professores conheceram formas de prender a atenção, motivar e incentivar a comunicação e a participação dos alunos em sala de aula, sempre respeitando a capacidade individual dos estudantes.

Fiquem ligados aqui no blog, pois vamos contar nas próximas publicações tudo sobre a capacitação dos professores do Raízes em Brasília.