30/04
Terceirão ganha bônus na contagem de camisetas do Decora

Para deixar esta quarta-feira (30), véspera de feriado, mais divertida, rolou uma prova surpresa do Decora no ensino médio.

Na contagem de integrantes de cada sala com a camiseta e um acessório da cor da equipe, quem levou a melhor foi a galera do terceirão, com 90,47% dos participantes usando camiseta e acessório.

Em segundo lugar, ficou a equipe laranja, do 2ºB, com 76%; em terceiro a equipe verde, do 2ºA, com 61,90%; e em quarto, a equipe vermelha, do 1ºA, com 52,63%. Porém, nesta prova, apenas o primeiro lugar ganha o bônus (que será contabilizado no final da gincana).

As fotos da prova do Decora podem ser vistas no Flickr do Raízes, clicando aqui. E parabéns à equipe azul!

A numerologia de Pitágoras

Depois de contar um pouquinho sobre a numerologia, a professora Maria Inês, de matemática, volta ao blog para falar sobre Pitágoras que, segundo a maioria dos numerólogos, é o criador deste campo do estudo dos números.

Pitágoras foi um filósofo nascido Grécia por volta de 569 a.C. Historiadores não sabem muito sobre ele, já que pouco de seu trabalho sobreviveu ao tempo e a maioria das pessoas que escreveu sobre o filósofo o fez centenas de anos após sua morte.

Na verdade, alguns historiadores acreditam que as descobertas atribuídas a Pitágoras vieram de muitos de seus seguidores. Há os que argumentam também que as características de personalidade atribuídas a ele – como o fato de que Pitágoras não permitia que seus seguidores comessem e nem mesmo tocassem feijões – sejam apócrifas.

Pitágoras e seus seguidores, conhecidos como pitagóricos, estudavam matemática, música e filosofia. Muitos livros didáticos atribuem à escola pitagoreana várias descobertas importantes, incluindo:

- O teorema de Pitágoras, que diz que em um triângulo retângulo, o quadrado do comprimento da hipotenusa é igual à soma dos quadrados dos outros dois lados do triângulo (a2 = b2 + c2);

- As proporções matemáticas em harmonias musicais, provavelmente descobertas por meio do uso de instrumentos de corda;

- O primeiro número irracional, a raiz quadrada de dois, ou a constante de Pitágoras.

Além disso, Pitágoras e seus seguidores acreditavam nas propriedades místicas dos números. Segundo Underwood Dudley, autor de “Numerology: Ou o Que Pitágoras Elaborou”, os pitagóricos se interessaram pelo misticismo dos números depois de descobrir um fato particularmente fascinante sobre os números. Se você somar uma série de números ímpares começando com o número um, o resultado é sempre um número quadrado.

Descobertas como essa levaram os pitagóricos à conclusão de que “tudo é número”. Isso significa que as pessoas podem medir tudo no mundo e descrevê-lo em termos de números e proporções.

É uma ideia razoável que tem uma grande influência na ciência e na matemática. Mas segundo outra interpretação, “tudo é número” significa que tudo no mundo é feito de números e pode ser reduzido a um valor numérico.

29/04
Prova surpresa do Decora

Quarta-feira (30) é dia de prova surpresa no Decora do ensino médio!

Preparem o “uniforme” da sua equipe, pois amanhã será feita a contagem de camisetas.

Porém, além das camisetas, vocês devem estar com um acessório (pode ser óculos, tiara de cabelo, chapéu) da cor da sua equipe.

A sala que tiver o maior porcentual de alunos presentes na classe vestidos com a camiseta da equipe e com o acessório vai ganhar um bônus (que será contabilizado no final da gincana).

Será considerado o número de integrantes usando a camiseta em relação ao total de alunos da equipe presentes no dia para que a gente verifique a equipe vencedora.

Boa sorte, galera!

Leituras para viajar pela história

Para ajudar a galera a ficar por dentro de fatos importantes da história, o professor Rafael indicou a leitura de alguns livros que valem para todas as turmas.

Os primeiros tratam dos arquétipos femininos e masculinos da cultura greco-romana: As Deusas e a Mulher e os Deuses e o Homem, de Jean Shinoda Bolen.

Há ainda livros que tratam da primeira e da segunda guerra: Era dos Extremos, de Eric Hobsbawm; A Menina que Roubava Livros, de Markus Zusak, e O Menino do Pijama Listrado, de John Boyne.

Sobre a história contemporânea do Brasil, o professor indica a coleção de livros de Elio Gaspari sobre a ditadura: A Ditadura Envergonhada, A Ditadura Escancarada, A Ditadura Derrotada e A Ditadura Encurralada.

Boa leitura!

28/04
Rios voadores

Vocês já ouviram falar dos rios voadores? São “cursos de água atmosféricos” formados por massas de ar carregadas de vapor d’água, muitas vezes acompanhados por nuvens, e impulsionados pelos ventos.

Por meio deste ciclo, a umidade da Bacia Amazônica vai para o Centro-Oeste, o Sudeste e o Sul do Brasil e, em condições meteorológicas propícias como uma frente fria vinda do sul, por exemplo, se transforma em chuva.

Neste sentido, a floresta amazônica funciona como uma bomba d’água, puxando para dentro do continente a umidade evaporada pelo oceano Atlântico e carregada pelos ventos alíseos.

Para explicar melhor o ciclo dos rios voadores, o professor Fábio, de geografia, indicou um site da Petrobras que possui um material vasto sobre o tema. O conteúdo está disponível neste link aqui.

25/04
Interações eletromagnéticas

A galera do terceirão fez experiências muito bacanas para estudar a relação entre os fenômenos elétricos e magnéticos.

Para provar a experiência de Oerted, os alunos percorreram a escola com uma bússola para encontrar correntes elétricas, identificando interações eletromagnéticas.

Hans Christian Oersted foi um físico dinamarquês que, em 1820, descobriu que um fio retilíneo conduzindo corrente elétrica gera ao seu redor um campo de indução magnética.

O professor Linlcon Handes, de Física, também propôs aos alunos que desenvolvessem uma bússola natural, com o objetivo de mostrar a interação magnética da Terra.

As fotos das atividades já estão no Flickr do Raízes e é só clicar aqui para ver as imagens.

Reunião de pais e mestre com exposição

Para fechar o primeiro bimestre do ano, no próximo dia 5 de maio teremos reunião de pais.

O encontro será das 7h30 às 10 horas e é importante que os pais compareçam para acompanhar, junto aos professores, o desenvolvimento dos alunos em cada disciplina.

No mesmo dia, também teremos no ensino médio uma exposição com os projetos de Biologia e de Leitura. A mostra é mais uma oportunidade bacana para que os responsáveis pelos alunos vejam de pertinho o que eles estão produzindo no Raízes.

Esperamos vocês!

24/04
Oficina de Artes

Quem curtiu a oficina de chocolate que rolou no final de março no Raízes não pode perder a próxima, que já tem data marcada!

No dia 5 de maio, a professora Amarilis vai desenvolver com os alunos uma oficina de artes.

Durante a atividade, além de compartilhar muito conhecimento, a professora também vai ensinar a galera a confeccionar um presente para o Dia das Mães.

Alunos de todas as séries do ensino médio podem participar. Para isso, é preciso se inscrever até o dia 29 de abril, na secretaria do Raízes. O valor da inscrição é de R$ 5 e nele já estão incluídos os custos de todos os materiais que serão usados na oficina.

Participem, pois vai ser muito divertido!

 

23/04
Segunda chamada

Esta semana é muito importante, pois até sexta-feira (25) vão rolar as avaliações bimestrais do 1º bimestre.

Se alguém perder alguma prova, poderá fazer as avaliações de segunda chamada, que já têm data marcada: 28, 29 e 30 de abril. É só dar uma olhadinha no quadro abaixo.

Mas, para participar da segunda chamada, é preciso fazer um requerimento na secretaria do Raízes e pagar uma taxa de R$ 15, para quem apresentar atestado médico, ou de R$ 30, para quem não tiver atestado. Fiquem ligados nas datas e boas provas!

22/04
A História do Número Um

Matemática também é história. Afinal, se não fosse essa ciência que trata do raciocínio lógico e abstrato, a história da civilização não teria se desenvolvido como a conhecemos.

Para quem quer aprender mais sobre a origem dos números e como eles contribuíram para a nossa evolução, a professora Renata Garcia indicou o documentário “A História do Número Um”, produzido pela History Channel.

“O vídeo, muito interessante e divertido, apresenta de forma bem descontraída a história dos números, bem como as necessidades que a humanidade apresentava e em qual contexto os números surgiram para auxiliá-la”, conta a professora Renata.

O vídeo completo tem aproximadamente uma hora, mas vale muito a pena separar um tempinho para assisti-lo, ainda mais porque ele está disponível no YouTube. Olha só!

Bom aprendizado, galera!