29/04
Guia de profissões: nanotecnologia

Vocês já devem ter ouvido falar sobre a nanotecnologia. Ela é a ciência que projeta e desenvolve produtos e processos tecnológicos de partículas minúsculas, na escala de nanometros (um nanometro equivale à bilionésima parte de um metro).

Com o uso de técnicas e ferramentas específicas, esse profissional é capaz de organizar átomos e moléculas para criar um novo material ou novo processo. A carreira é uma das que mais cresce atualmente e já tem grande importância em setores tão diversos como medicina, agronegócio e energia.

Em 2013, foi lançado o Sistema Nacional de Laboratórios em Nanotecnologias, o Sisnano, que reúne laboratórios brasileiros direcionados ao desenvolvimento, educação e pesquisas em nanociências e nanotecnologias. Em 2015, instituições ligadas ao Sisnano, como Unicamp, UFRGS, UFMG, USP e Furg, passaram a integrar o projeto europeu NanoReg, que fará a regulação internacional das pesquisas em nanotecnologia.

O curso tem em média quatro anos de duração. Nos dois primeiros, o currículo tem base em física, matemática, química e biologia. Depois, as disciplinas são direcionadas para a ênfase escolhida pelo aluno.

Em física, estudam-se eletromagnetismo, mecânica quântica e medicina molecular. Em materiais, o conteúdo é voltado para disciplinas como tecnologia de materiais. E, em bionanotecnologia, para fisiologia celular.

O vídeo abaixo mostra um pouco mais sobre a nanotecnologia. Vamos ver?

Formas de energia e transformações

Vocês sabiam que explorar maneiras de como aquecer e resfriar o ferro, tijolo ou a água podem lhe dizer muito sobre as formas de energia?

De acordo com o professor Michel, de Física, é possível até mesmo mudar o estado de um corpo lhe adicionando ou fazendo com que ele ceda energia.

Ele dá como dica de estudo sobre como a energia é transferida entre os objetos o aplicativo Phet Simulations, em que é possível simular esta transferência de energia e construir seu próprio sistema. O aplicativo está disponível no link: https://phet.colorado.edu/pt_BR/simulation/legacy/energy-forms-and-change

Formas de energia

A imagem demonstra a simulação de um sistema de energia movido pela energia mecânica imposta pelo ciclista, usada para aquecer certa quantidade de água. Bora fazer suas próprias simulações?

27/04
Conhecendo o professor

gutoContribuir com o desenvolvimento das pessoas foi o que motivou o professor Antonio, de História, a partir para a profissão de professor.

Ele curte tanto o ofício que está sempre em busca de formas diferentes para dividir seu conhecimento, afinal a troca de aprendizado é algo que tem de ser divertido.

No Conhecendo o Professor desta semana, vamos descobrir um pouquinho mais sobre o professor Antonio.

Nome: Antonio Augusto

Formação: professor de História

Há quanto tempo trabalha no Raízes? No ensino médio, este é o 1º ano.

O que acha do Raízes? Colégio sério, focado no ensino e na formação global do aluno.

Por que gosta de dar aula? Gosto da responsabilidade de fazer parte da formação de outros seres humanos, com aquilo que eu posso.

Conte uma curiosidade sobre você: Adoro música e sempre que posso utilizo o recurso para dinamizar a aula.

25/04
Semiótica para todos

Vocês já ouviram falar de semiótica? Segundo Décio Pignatari, a semiótica é a ciência que nos ajuda a ler o mundo.

O conceito pode até ser um pouco complicado de entender, mas sempre tem um jeito mais bacana para assimilar uma ideia, como a dica da professora Amarilis. Vamos aprender?

20/04
Reações de combustão

O terceirão participou de uma aula no laboratório para aprender na prática sobre as reações de combustão.

Por meio de uma atividade experimental investigativa, os alunos verificaram e analisaram as reações de combustão e as reações químicas exotérmicas.

O resultado desta experiência mostramos no Flickr do Raízes. É só clicar aqui.

18/04
Segunda chamada

As avaliações bimestrais de abril terminam nesta quarta-feira (20). Os alunos que perderam alguma prova podem participar da segunda chamada na próxima segunda-feira (25/4), às 14 horas.

Para isso, é necessário fazer um requerimento na secretaria do colégio. Quem tiver alguma dúvida pode deixar um recado aqui no blog.

15/04
Guia de profissões: musicoterapia

Vocês sabiam que existe um profissional que utiliza a música e seus elementos – som, ritmo, melodia e harmonia – para a reabilitação física, mental e social das pessoas?

Este profissional é o musicoterapeuta, que emprega instrumentos musicais, canto e ruídos para tratar pessoas com distúrbios da fala e da audição ou deficiência mental.

Ele atua, também, na área de reabilitação motora, no restabelecimento das funções de acidentados ou de convalescentes de acidentes vasculares cerebrais; ajuda estudantes com dificuldade de aprendizado; contribui para melhorar a qualidade de vida de idosos e pacientes de doenças crônicas; promove a reabilitação de dependentes químicos e a reintegração de menores infratores.

Enfim, existe uma série de possibilidades na carreira do musicoterapeuta. Ele pode trabalhar em hospitais, clínicas, instituições de reabilitação ou centros de geriatria e gerontologia.

Não é obrigatório ter conhecimento formal de música para ingressar no bacharelado, mas é recomendado ter alguma familiaridade com a linguagem musical. O currículo mescla disciplinas das áreas de música e neurociências e inclui o aprendizado de alguns instrumentos a ser utilizados no atendimento a pacientes.

Para conhecer um pouco mais sobre a carreira, o curso e o mercado de trabalho, é só dar uma olhadinha na reportagem da TV UFG.

13/04
Conhecendo o professor

Professora AndrezaPraticar atividades físicas é com a professora Andreza. Educadora física por formação, ela não perde a chance de praticar um exercício nem mesmo nas horas vagas.

Sua mais nova paixão é o ciclismo, que pratica ao lado do filho sempre que tem um tempinho.

Mas não para por aí, pois a professora Andreza também entende tudo de ginástica e expressão corporal. Vamos conhecer um pouco mais sobre ela?

Nome: Andreza Mara Vilanova Aguiar de Jesus.

Formação: graduação em Educação Física pela Escola Superior de Educação Física de Cruzeiro e pós-graduação em Ginástica Rítmica pela Faculdade Metropolitanas Unidas (FMU).

Há quanto tempo trabalha no Raízes? Na Serra, há 5 anos e 8 meses e, no ensino médio, há 1 ano e 2 meses.

O que acha do Raízes? Um colégio diferenciado, com propostas inovadoras, que se preocupa com um ensino de qualidade e busca a integração de todos no âmbito escolar.
Por que gosta de dar aula? Em primeiro lugar sei que recebi de Deus este dom. Sou apaixonada pela minha profissão e busco a cada dia exercê-la com muito amor!

Conte uma curiosidade sobre você: Estava em busca de algo que me fizesse bem e acabei comprando uma bicicleta para mim e para meu filho. Hoje estamos ainda praticando somente nos finais de semana. Quem se interessar venha conosco!