31/01
Amigo da Carona

Uma das campanhas mais bacanas que realizamos foi a Amigo da Carona. Auxiliamos os pais a se organizarem e dar caronas para outros alunos. A campanha foi destaque em toda a cidade e o 5º texto mais lido da história do blog foi justamente sobre isso.

Amigo da Carona no Diário de Mogi
(publicado originalmente em 31 de janeiro de 2012)

Mais informações sobre a campanha Amigo da Carona foram divulgadas na edição de hoje do Diário de Mogi. A diretora administrativa do Raízes, Silvia Alves, explicou como a ação surgiu e como ela funciona. Olha só:

PS: As fotos do primeiro dia de aula dos alunos da serra e do primeiro passeio de pônei do ano dos alunos da educação infantil estão no nosso Flickr. Atualizado terça-feira (31), às 17h35.

30/01
6º post mais lido da história

Estamos quase no final do nosso Top 30. Hoje é dia de conhecer o 6º post mais lido da história do blog.

Experimentos químicos para a Feira de Ciências
(publicado originalmente em 23 de outubro de 2012)

Mostramos aqui no blog os experimentos feitos com as professoras Flaviana, de Física, Tida e Bianca, de Biologia, para a Feira de Ciências, certo?

Pois a galera também mandou muito bem nas experiências propostas pela professora Audrey, de Química. Teve aluno que colocou a mão na massa literalmente para apresentar um projeto bacana.

Como não queremos estragar a surpresa da Feira de Ciências, não vamos dar muitos detalhes sobre cada experiência.

Os alunos do 1º ano vão recriar uma areia movediça utilizando amido de milho e água, uma forma diferente de explicar o comportamento de fluidos Newtonianos e não-Newtonianos.

Já o 2º ano fará uma experiência química e gastronômica. A turma vai cozinhar ovos com a ajuda da termoquímica. O terceirão fará a experiência da Serpente do Faraó, um experimento que explica a oxidação de compostos orgânicos.

Para ter uma ideia do que vai rolar, vocês podem dar uma olhadinha nas fotos que já estão no Flickr do Raízes. É só clicar aqui.

27/01
Copa do Mundo no Top 30 mais lidos

Alguém está com saudades da Copa do Mundo? E quem aí lembra do grito da torcida mexicana? Este é o assunto do 7º post mais lido da história do blog do Raízes.

O porquê do grito da torcida mexicana
(publicado originalmente em 25 de junho de 2014)

A torcida do México tem chamado atenção nos jogos da Copa.

No jogo da primeira fase contra o Brasil, muito se falou sobre as cores, as músicas e a animação dos mexicanos, que, acreditam alguns, fizeram a diferença na disposição da sua seleção.

Já no jogo contra Camarões, também na primeira rodada, surgiu uma polêmica: a torcida foi acusada de manifestações homofóbicas devido a um dos seus gritos de guerra mais tradicionais.

É que antes das cobranças de tiro de meta do goleiro adversário, os mexicanos gritam em coro: “ehhhhhhhhhhhhh puto”. A Fifa acabou absolvendo a Associação Mexicana de Futebol, por considerar que o grito, dentro do contexto do futebol, não é considerado um insulto.

O goleiro Alfredo Talavera, um dos reservas do México, inclusive declarou que “puto” vem de “putozin” que, na língua nativa Nahuatl, significa “desejo que ele dê um chute horrível”. Mas será que é isso mesmo ou o “portero” mexicano deu uma trollada nos jornalistas.

Bom, ninguém melhor do que o professor Roberto Carlos, que dá aulas de espanhol no Raízes e é mexicano, para explicar a origem desta tradição futebolística.

Ele indicou a leitura do artigo da jornalista Yuriria Sierra, que escreve para o portal Excelsior, do blog colaborativo Esto y Aquello e do site Fanbolero, que apresentam diferentes visões sobre a origem do grito da torcida e suas repercussões.

E vocês, o que acham sobre a torcida mexicana?

26/01
Um pouco de poesia em espanhol

Nossa contagem regressiva está quase no final e hoje é dia de descobrir o 8º lugar no Top 30 mais lidos da história do blog. O assunto é poesia em espanhol. Boa leitura!

Poetas da língua espanhola
(publicado originalmente em 28 de março de 2012)

Federico García Lorca, poeta espanhol

O professor Roberto Carlos, de Espanhol, passou uma atividade que, além de ampliar os conhecimentos de vocês em espanhol, também vai ajudá-los a conhecer a cultura dos povos que falam a língua espanhola.

O trabaho, na verdade, é uma pesquisa sobre poetas de língua espanhola. Em sala de aula, o professor já passou as diretrizes da pesquisa e algumas referências de poetas. Mas, como nós sabemos que vocês estão sempre conectados, segue mais uma dica de fonte de pesquisa, dada pelo próprio professor.

É o site www.los-poetas.com, que reúne poesias e biografias dos principais poetas de países como México, Cuba, Espanha, Chile, Uruguai, Colômbia, República Dominicana, entre outros. O professor Roberto Carlos contou para o blog que, apesar de estar todo em espanhol, o site é bem claro e conciso.

25/01
Dê o play nas experiências

O 9º lugar no Top 30 mais lidos é para todo mundo assistir. Os vídeos foram produzidos para mostrar experiências com a desnaturação da proteína do leite. É só dar o play!

Experiências
(publicado originalmente em 16 de março de 2012)

A aluna Gabriela Reis Simões, do 3ºA, fez um vídeo para mostrar como acontece a desnaturação da proteína do leite. Dá uma olhada!

A desnaturação das proteínas é tema das aulas de Biologia, da professora Tida. Além da desnaturação causada pela adição de outras substâncias, como o vinagre, há ainda a desnaturação causada pelo calor.

O tratamento térmico ao qual o leite longa vida é submetido, por exemplo, leva à desnaturação de suas proteínas.

Outra experiência foi feita pelo aluno Vinicius Toshio Sakaji, para demonstrar a quebra da tensão superficial da água.

Atualizado sexta-feira (16), às 14h00.

Cursinho do Enem começa na próxima semana

Tudo bem que ainda restam alguns dias de férias, mas não custa nada a gente avisar: na próxima semana tem início o cursinho preparatório para o Enem.

Esta é uma das novidades anunciadas pelo Raízes e o curso é totalmente gratuito para os alunos.

As aulas serão obrigatórias e funcionarão da seguinte maneira:

Todas as segundas-feiras (iniciando no dia 30 de janeiro): 1º A
Todas as terças-feiras (iniciando no dia 31 de janeiro): 2º A
Todas as quartas-feiras (iniciando dia 1º de fevereiro): 3º A

As aulas serão das 14 às 16h30.

24/01
Volta às aulas

As férias ainda não acabaram, mas agora falta pouco. Sabemos que está todo mundo descansando e aproveitando os dias de folga, por isso, não custa nada fazermos um lembrete:

As aulas voltam na próxima segunda-feira, dia 30, ok?

O retorno é para todas as turmas, incluindo o fulltime.

Nossa equipe já está pronta e ansiosa para recebê-los de volta.

Aproveitem a última semana de férias!!!

Conhecendo os amigos

Nada melhor do que conhecer melhor os amigos da sala de aula certo? E é com este assunto que chegamos ao 10º lugar do nosso Top 30 mais lidos. Olha só como a dinâmica foi divertida.

Dinâmica com o 3º ano
(publicado originalmente em 16 de outubro de 2012)

Os alunos do 3° ano da prô Marluce realizaram a dinâmica Conhecendo os Amigos na quinta-feira (11).

Cada aluno fez uma carta contando as suas características e, em roda, cada um tirou da caixa de surpresa outra carta que não fosse a sua. Por meio das características, eles tinham de descobrir qual era o amigo descrito.

A prô Marluce contou que essa atividade foi muito gostosa a dinâmica e a empolgação e entusiasmo contagiou os alunos, que mal esperavam terminar a descrição das características para tentar adivinhar quem era o amigo descrito.

As fotos da dinâmica estão no Flickr do Raízes. Clique aqui para ver as imagens.

23/01
Experimento de química no Top 30 mais lidos

Você sabia que a cola de caseína foi utilizada na Primeira Guerra Mundial? Quer saber o que é caseína? Tudo isso está no 11º lugar do nosso Top 30 posts mais lidos da história do blog.

Experimento químico com o 9º ano
(publicado originalmente em 9 de outubro de 2012)

A professora Audrey, de Química, deu uma aula investigativa muito bacana na segunda-feira (8) para o 9º ano. Por meio de um experimento com leite, ela propôs um exercício para que os alunos pudessem refletir de forma crítica e avaliar possíveis explicações para a experiência.

Foram utilizados na experiência leite, vinagre de limão e bicarbonato de sódio. A principal proteína do leite é a caseína, um polímero natural usado para a fabricação de adesivos à base de água. Vocês sabiam que a cola de caseína foi usada na Primeira Guerra Mundial para a construção de aviões com estrutura de madeira?

Quando adicionado bicarbonato de sódio à proteína, é formado o caseinato de sódio, que tem propriedades adesivas, além de eliminar resíduos do ácido. O resultado da experiência proposta pela professora Audrey foi justamente uma cola muito eficaz para colar papel.

Vocês podem ver os procedimentos da experiência, o material utilizado e outras informações clicando aqui. Já as fotos do experimento estão no Flickr do Raízes.

20/01
Receita de doce de abóbora no Top 30 mais lidos

O 12º texto mais lido da história do blog é para dar água na boca de todo mundo!

Doce de abóbora com açúcar orgânico
(publicado originalmente em17 de junho de 2013)

Na segunda semana de Festa Junina na Cozinha do Raízes, nossos alunos provaram um doce de abóbora com açúcar orgânico. A nossa nutricionista, a Paula Oseki, contou que todos adoraram. As fotos da degustação estão no Flickr do Raízes.

Ela destacou também que esta surpresa nutritiva deixou o doce supersaudável. Vamos aprender a receita?

Ingredientes
- 1kg de abóbora pescoço;
- 180g de açúcar orgânico (1 xícara de chá);
- 1 rama de canela;
- 3 cravos-da-índia;
- 50g de coco ralado – fresco ou flocado – industrializado (1/2 xícara de chá).

Modo de preparo
Lave e descasque a abóbora e, depois, pique em cubos. Coloque em uma panela os cubos de abóbora, o açúcar, a canela, o cravo e misture tudo. Acrescente o coco. Apure bem, mexendo de vez em quando. A receita rende 700g (aproximadamente), de 20 a 25 porções de 30g (copinhos de café de 50ml).

Conheça o açúcar orgânico
Açúcar, mocinho ou vilão? Para a nutricionista Paula Oseki, depende do tipo e da quantidade, pois cada colher de chá contém 20 calorias! “Existem vários tipos de açúcar e a principal diferença entre eles se resume nas etapas do processo de produção”. Vamos conhecer?

Açúcar cristal: para que o resultado seja este tipo de açúcar, o caldo de cana passa por processos de purificação, evaporação, cristalização, centrifugação e, por último, pela secagem. A partir do açúcar cristal outros tipos de açúcar, como o refinado e o confeiteiro, são obtidos. O açúcar cristal, portanto, passa por menos processos na hora de ser preparado.

Açúcar refinado: tipo de açúcar conquistado a partir da diluição do açúcar cristal. A calda obtida passa por diversos processos até chegar ao peneiramento. A porção mais fina é separada para a obtenção do açúcar de confeiteiro e, o restante, é o açúcar refinado.

Açúcar de confeiteiro: após o peneiramento do açúcar para a separação dos grãos que vão dar origem ao açúcar refinado e de confeiteiro, é adicionado amido. A finalidade da junção é evitar a aglomeração dos pequenos cristais, formando assim o açúcar de confeiteiro.

Açúcar light: é obtido a partir do açúcar refinado com o adoçante artificial chamado sucralose. Com o poder de adoçar 600 vezes mais que o da sacarose, o adoçante garante que a ingestão calórica seja menor, quando comparado ao consumo de açúcar refinado.

Açúcar mascavo: por não passar pelo processo de refinamento, a qualidade nutricional do açúcar mascavo é melhor em relação ao açúcar refinado. Ele apresenta vitaminas e minerais que não estão presentes na versão refinada.

Açúcar orgânico: o diferencial deste tipo de açúcar é que a cana utilizada em sua fabricação é cultivada sem fertilizantes químicos. Além disso, o açúcar orgânico utiliza processos apoiados na sustentabilidade do meio ambiente, desde o plantio até a etapa final. Suas características nutricionais se assemelham com as do açúcar mascavo. Portanto, apresenta uma quantidade maior de vitaminas e minerais em relação ao açúcar refinado.

Em termos de calorias, todos se equivalem, com exceção do açúcar light, que por conter adoçante junto ao açúcar tem as calorias reduzidas. “Portanto, quando ouvir falar em açúcar, lembre-se da palavra moderação”, destaca Paula.

Quanto à qualidade, o açúcar orgânico e o mascavo são bem melhores que o refinado. “Recomendo para todas as nossas crianças o uso do açúcar orgânico em substituição ao refinado, pois não haverá alteração nenhuma no sabor dos alimentos, como foi o caso do nosso doce de abóbora saudável”.