27/10
A Célula e suas Organelas

20170825_124530Para compreender melhor os mecanismos de funcionamento e a morfologia das organelas celulares os alunos do 1° ano confeccionaram diversos tipos de células usando sua criatividade a partir de materiais de reutilização. O objetivo dessa atividade foi trabalhar a dinâmica  em grupo além de compreender melhor o funcionamento das organelas celulares.

20170825_124545

25/10
Segunda chamada das avaliações Mensais

Para quem perdeu alguma prova mensal, não se preocupe! Terá a chance de recuperar a nota.

A segunda chamada das avaliações mensais será dia 30/10 às 14h.

Não esqueça de fazer o requerimento na secretaria do colégio.

Boa prova!

23/10
Física e brigadeiro

Processed with MOLDIVOs conceitos estudados em física estão presentes em diversas situações do cotidiano, algumas vezes onde menos esperamos.

É comum os alunos falarem ” Por que tenho que aprender isso se quero cursar Direito?”

E para contradizer essa aparente dicotomia entre realidade e estudo acadêmico, a professora de física e os alunos realizaram uma experiência diferente, tendo como situação cotidiana norteadora uma moda que para muitos de mau gosto, bastante difundida em canais de entretenimento do Youtube: o ” mergulho em banheira”, contendo algum alimento fluido, como gelatina, pasta de chocolate, e outros.

O experimento consistia em determinar, usando conceitos físicos como densidade e empuxo, qual a quantidade necessária e alimento para encher uma banheira comum e a força que esse alimento exerceria sobre nós.

O alimento escolhido pelos alunos foi o brigadeiro. Eles foram divididos em grupos e cada grupo tinha como objetivo escolher uma banheira qualquer, pesquisando na internet e realizando os cálculos a partir das dimensões dela.

Apesar de aparentemente simples, o experimento trabalhou ao mesmo tempo diversos conceitos fundamentais da física, como transformação de unidade, método científico, hipótese investigativa e estimativa de grandeza.

E o resultado final de todo o trabalho obtido foi apreciar o delicioso brigadeiro!

20/10
Festa de Halloween

Post_Halloween_RaizesSERRA-01Está chegando o dia mais aterrorizante do ano-O dia de Halloween.

A comemoração será no dia 27/10, na Unidade da Serra.

Do maternal ao 5º ano- a comemoração será no período de aula

E do 6º ano ao Ensino Médio  o baile será das 18h às 20h

( Lembramos que os alunos do 5º ano também estão convidados a participar do baile)

Neste dia haverá  um concurso de fantasias e um DJ para animar a festa.

Então, prepare sua fantasia para se divertir !!!

Feira de ciências 2017-Sustentabilidade

Já podemos conferir o que aconteceu na IV Edição da feira de Ciências.

Com o tema sobre sustentabilidade, os alunos deram um verdadeiro show de conscientização e criatividade.

Vamos conferir? Veja demais fotos aqui.

IMG_9749

IMG_9787

16/10
Vidas Secas

vidas secas

Na lista dos livros de leitura obrigatória para o vestibular, destacamos Vidas Secas de Graciliano Ramos. Os alunos do 3º ano, fizeram uma análise crítica sobre a obra, destacando características importantes do romance e contextualizando com os aspectos mais relevantes do Brasil.

Escrito em 1938, Vidas Secas é o único  livro de Graciliano Ramos escrito em 3ª pessoa e, sem dúvidas, o mais voltado para o drama social que angustia sua região, o nordeste brasileiro. O romance, em um curto espaço de tempo, narra o cotidiano de uma família de retirantes que tenta fugir da seca do sertão nordestino.

No contexto de sofrimento e de injustiças são apresentados os personagens. Todos revelados fisicamente derrotados pelo sol e moralmente humilhados pelas desigualdades sociais. Devido à falta de expectativa de vida, os sertanejos se submetem a uma rotina em busca de saída da miséria. A família é composta pelo pai Fabiano, a mãe Sinhá Vitória, os filhos mais velho e mais novo e a cachorra Baleia. Fabiano, ao consolidar-se como vaqueiro de uma fazenda abandonada, desfruta de um período curto de estabilidade, mais tarde acaba por se frustrar e ver  seus sonhos se acabando.

A família representa os tantos outros humanos que têm sido reduzidos pela hostilidade da natureza e pela injustiça da sociedade. A narrativa passa a limpo a luta de tantos outros sertanejos, não só contra a força da natureza, mas também a luta contra a estrutura social instaurada a partir  do  poder econômico e político.

Fabiano e sua família se ocupam do papel de sertanejos que fogem da seca nordestina brasileira, que vivem como bichos, que lutam contra as forças da natureza em busca da sobrevivência no sertão e que, ainda sim, sentem a miséria na pele.