28/07
A experiência termoquímica-5º lugar dos textos mais lidos

Conferimos em 5º lugar dos mais lidos no blog, duas experiências termoquímicas, onde os alunos conferiram na prática sobre os estudos da transferência do calor em uma reação química.

( Texto originalmente publicado em 08/05/2012- Experiência reação termo química)

Nem sempre é fácil sacar logo de cara as inúmeras fórmulas que temos de aprender na sala de aula, em qualquer disciplina ligada à área de exatas. Nessas horas, nada melhor do que ver como as coisas funcionam na prática.

Pensando nisso, a professora Audrey, de Química, fez duas experiências relacionadas à termoquímica na aula desta terça-feira (8) com o pessoal do 2º ano. Ela contou aqui para o blog que, assim, fica mais fácil de entender os estudos sobre transferência de calor em uma reação química, tão falados em sala de aula.

Na primeira prática, os alunos colocaram o sulfato de cobre pentahidratado, uma substância de cor azul, no tubo de ensaio e o aqueceram. Eles puderam observar que, graças ao calor, a água presente no sulfato evaporou e que houve uma mudança na cor da substância.

termoquimica

Dessa reação foi formado outro produto, o sulfato de cobre anidro. A professora Audrey explicou que isso aconteceu devido à reação endotérmica, quando ocorre a absorção de calor.

Na segunda prática, os alunos observaram o processo inverso, por meio da reação exotérmica. Eles adicionaram água ao sulfato de cobre anidro, provocando uma reação que liberou energia e tornou o tubo de ensaio extremamente quente, evidenciando a energia perdida.

qumica termoquimica

26/07
Feliz Dia dos Avós!

Post_Dia dos Avos_Raizes Serra-01 (2)

Avós!

Guardam no olhar e na pele as marcas de toda uma vida. Guardam em si uma infinidade de conhecimentos que nos transmitem, é com eles que aprendemos. Aprenderam a lidar com as “feridas” de uma forma admirável. Dão-se intensamente em cada dia… Devolver-lhes o amor é o mínimo que podemos fazer.

Parabéns a todos os avós!

6º lugar-A química por trás do filme” O óleo de Lorenzo”

Vamos conferir em 7º lugar dos textos mais lidos a relação entre a química e o amor entre uma família, que desenvolvem uma fórmula para salvar a vida do filho.

( Texto originalmente publicado em 06/05/2014- A química por trás do filme “O óleo de Lorenzo”)

oleo de lorenzo

Há casos da ciência que são tão interessantes que acabam virando filme. É o caso da história dos italianos Augusto e Michaela Odone, que desenvolveram uma mistura dos ácidos oleico e erúcico para tratar a adrenoleucodistrofia (ALD), doença que atingiu o filho do casal, Lorenzo Odone.

A ALD é uma doença que afeta o sistema nervoso e provoca a perda de mielina. Sem esta substância, o doente para de se mover, ouvir, falar e respirar. Lorenzo foi diagnosticado aos 5 anos e os médicos informaram os pais que ele viveria no máximo por mais três anos.

No entanto, o casal correu atrás de informações e acabou por desenvolver o óleo que proporcionou ao filho viver até os 30 anos. A história toda vocês podem conhecer assistindo ao filme “O Óleo de Lorenzo”, indicação muito bacana do professor Junior.

Além de contar uma história real muito bonita, o filme mostra como ocorre o processo de pesquisa científica, explica como ocorre a doença, seu processo bioquímico e como os pais chegaram até a substância.

24/07
Metáforas do filme “O carteiro e o poeta”- 7º lugar dos textos mais lidos

Vamos conferir em 7º lugar dos textos mais lidos uma reflexão sobre as relações de amizade estabelecidas entre as pessoas.

(Texto originalmente publicado em 02/07/2014-As metáforas do filme “O carteiro e o poeta”)

Sabe quando tiramos uma palavra do seu contexto para explicar o sentido de alguma outra coisa? Isso é uma metáfora. Por exemplo: “O furacão rugia, expressando sua fúria”. De fato, furacão não fala, mas pode ser tão furioso como um animal, certo?

O Carteiro E O Poeta - outraA metáfora é uma das mais famosas figuras de linguagem e é muito utilizada na literatura, tanto na prosa quando na poesia. A professora Vera deu um exemplo muito bacana disso na arte .

O filme mostra a relação de amizade entre o poeta chileno Pablo Neruda e um carteiro italiano. É muito bonito e vale a pena ser assistido!

21/07
8º lugar dos textos mais lidos: A torcida mexicana na copa

16603934 mexicana

Em 8º lugar dos textos mais lidos, podemos relembrar sobre o grito da torcida mexicana na Copa de 2014,e conhecer sobre essa cultura tão diferente.

A torcida do México tem chamado atenção nos jogos da Copa.No jogo da primeira fase contra o Brasil, muito se falou sobre as cores, as músicas e a animação dos mexicanos, que, acreditam alguns, fizeram a diferença na disposição da sua seleção.

Já no jogo contra Camarões, também na primeira rodada, surgiu uma polêmica: a torcida foi acusada de manifestações homofóbicas devido a um dos seus gritos de guerra mais tradicionais.

É que antes das cobranças de tiro de meta do goleiro adversário, os mexicanos gritam em coro: “ehhhhhhhhhhhhh puto”. A Fifa acabou absolvendo a Associação Mexicana de Futebol, por considerar que o grito, dentro do contexto do futebol, não é considerado um insulto.

O goleiro Alfredo Talavera, um dos reservas do México, inclusive declarou que “puto” vem de “putozin” que, na língua nativa Nahuatl, significa “desejo que ele dê um chute horrível”. Mas será que é isso mesmo ou o “portero” mexicano deu uma trollada nos jornalistas.

Bom, ninguém melhor do que o professor Roberto Carlos, que dá aulas de espanhol no Raízes e é mexicano, para explicar a origem desta tradição futebolística.

Ele indicou a leitura do artigo da jornalista Yuriria Sierra, que escreve para o portal Excelsior, do blog colaborativo Esto y Aquello e do site Fanbolero, que apresentam diferentes visões sobre a origem do grito da torcida e suas repercussões.

E vocês, o que acham sobre a torcida mexicana?

20/07
Dia do Amigo

Post_Dia do Amigo_Raizes Medio-01

Como diria o poeta Mario Quintana :”A amizade é um amor que nunca morre.”

Durante toda nossa vida, muitas pessoas passarão por nós, dia após dia. Mas somente algumas dessas pessoas ficarão para sempre em nossa memória. Essas pessoas são ditas amigas, e devemos levá-las para sempre em nosso coração. Às vezes pelo simples fato de terem cruzado nosso caminho, às vezes pelo simples fato de terem dito uma única palavra de conforto quando precisamos.

Feliz Dia do Amigo!

19/07
9º Lugar- Guia de profissões- Curso de Biblioteconomia

Selo_GuiaDeProfissões-01-300x212

No 9º lugar dos textos mais lidos, podemos conferir o guia de profissões e conhecer um pouco mais dessa profissão de biblioteconomia

( Texto publicado originalmente em 20/03/2015- Guia de Profissões)

O bibliotecário precisa ser muito organizado, pois é o responsável pela classificação, organização e divulgação do acervo de bibliotecas ou centros de documentação. O mercado de trabalho dessa área está em alta, porque desde 2010 é obrigatória a presença de uma biblioteca em todas as instituições de ensino, públicas ou privadas.

A necessidade por pessoas que dominem tecnologia em diversas plataformas também tem aumentado a oferta de empregos, principalmente por conta das bibliotecas digitais.

O curso, também conhecido como Ciências da Informação e da Documentação e Biblioteconomia, tem duração de quatro anos. As disciplinas incluem línguas portuguesa e inglesa, literatura, história, além das matérias específicas, como registro da informação, história social do conhecimento e das bibliotecas, indexação e arquitetura da informação. O aluno sai preparado para criar sistemas de organização e dados.

Resumindo: o bibliotecário é aquele que organiza e administra as informações de uma base de documentos ou biblioteca, desde filmes, revistas, fotos e documentos aos próprios livros. O mercado de trabalho está em expansão: o profissional pode trabalhar em bibliotecas públicas, em escolas, universidades, museus, editoras, ONGs, centro culturais e associações. Por conta do desenvolvimento tecnológico, outras áreas são a criação de arquivos e bancos de dados digitais.

17/07
10º lugar mais lido: Curau de Milho Verde

Em 10º lugar dos textos mais lidos temos dicas importantes de alimentação, a nutricionista Paula Oseki trouxe uma receita bem gostosa e nutritiva: o Curau de Milho Verde.

A criançada provou o doce no lanche. As fotos estão no Flickr do Raízes.

A Paula contou que o milho é uma grande fonte de energia, pois tem alto teor de carboidratos e quantidades consideráveis de vitaminas B1 e E e sais minerais. “100 gramas de milho, o equivalente a cinco colheres de sopa, fornecem 129 calorias”.

A vitamina B1, que é a tiamina, ajuda na regularização do sistema nervoso e do aparelho digestivo e tonifica o músculo cardíaco. Já a vitamina E tem propriedades antioxidantes e, por isso, é utilizada na conservação de alimentos. “Ela combate a degeneração muscular, por meio do combate ao envelhecimento precoce, ajuda a prevenir doenças e atua no crescimento”, contou a nutricionista.

O milho pode ser consumido por pessoas que tem o aparelho digestivo delicado, pois é de fácil digestão. Por ser rico em fibras, é ótimo para o bom funcionamento do intestino.

O óleo de milho é muito bom também, porque dificulta a formação de gordura no sangue, reduzindo o nível de colesterol. Mas lembrem-se da dica da Paula: qualquer óleo deve ser usado sempre em pouca quantidade e o saudável é evitar as frituras.

Em conserva, o milho deve ser consumido sem a água e lavado em água corrente. Assim, vocês eliminam a parte da salmoura. Agora, vamos à receita!

( Texto publicado originalmente em 28/06/2012)-Curau de Milho Verde

7454039920_3a7f9f5376-milho verde

Ingredientes

– 3 latas de milho verde;
– 1 lata de leite condensado;
– 1 litro de leite;
– 60 gramas de amido de milho (ou 3 colheres de sopa);
– 10 gramas de margarina sem sal (ou 1 colher de sopa);
– 1 pitada de sal;
– canela em pó para polvilhar.

Modo de Preparo
Despreze a água da conserva do milho, lave bem em água corrente e escorra. No liquidificador, bata o milho, o leite condensado e o leite. Coe e coloque em uma panela. Dissolva o amido de milho com um pouco de leite frio e misture na panela antes de ir ao fogo.

Acrescente a margarina, uma pitada de sal e vá mexendo em fogo médio até engrossar, aproximadamente durante 30 minutos. Coloque em copinhos ou refratário, polvilhe a canela em pó e leve para gelar até firmar. A receita rende 32 porções de 40 ml (copinhos de café) ou 16 porções de 80 ml (copinhos de sobremesa).

14/07
11º lugar: Ouvindo Rádio

Você sabe como funciona uma emissora de rádio?

Além da pergunta do título acima, vale acrescentar outra: e o que isso tem a ver com física? Mas é justamente na física que está a resposta para como fazer um som se propagar através de ondas eletromagnéticas pelo ar.

Com o 11º post mais lido vamos aprender como funcionam as transmissões e como muita gente perseguia essa ideia no fim do século 19: quem arranjasse um meio de substituir os telégrafos e cabos usados para mandar mensagens ficaria rico. O italiano Guglielmo Marconi conseguiu fazer o som ser transmitido para um receptor sem o auxílio de fios e é considerado o inventor do rádio, apesar de outros terem conseguido resultado semelhante, como o brasileiro Roberto Landell de Moura.

Hoje a tecnologia não é usada só para transmitir músicas nas mais de 7 mil estações oficiais do Brasil mas também é a base para o funcionamento de vários apetrechos, de celulares a controles remotos.

Boy listening to portable radio --- Image by © H. Armstrong Roberts/CORBIS

Aí vão os cinco passos básicos que explicam como o som chega até aos aparelhos de rádio:

1. No estúdio de uma emissora de rádio, o locutor fala ao microfone, que é um “transdutor”, e recebe a vibração da voz em ondas mecânicas e as converte em corrente elétrica.

2. O microfone é ligado à mesa de som, assim como o tocador de CD ou MP3 e o computador onde ficam armazenados comerciais, efeitos sonoros e, claro, músicas. A função da mesa de som é unir esses sons a outros, como as ligações telefônicas dos ouvintes.

3. O sinal em forma de impulsos elétricos que sai da mesa é fraco, por isso ele passa por um amplificador, que aumenta a intensidade de corrente elétrica por meio de um circuito eletrônico. Essa amplificação pode ser de centenas ou milhares de vezes, dependendo da área atingida

4. No alto da emissora fica a antena – lá, é mais fácil evitar que o sinal seja interrompido por prédios ou acidentes geográficos. Ela recebe os sinais elétricos e os transforma em ondas eletromagnéticas. Cada antena emite dois tipos de sinal juntos: a onda portadora, que leva a frequência da rádio, e a corrente ampliada, que contém o som

5. Esses sinais chegam até o aparelho de rádio. Quando mexemos no dial, um circuito interno faz com que a antena do aparelho oscile de acordo com cada estação. Os alto-falantes, então, convertem as ondas elétricas em vibrações mecânicas, que são o som propriamente dito.

E, para terminar, vale uma última pergunta: você ainda ouve rádio?

12/07
Cuidando da Alimentação

O atual estilo de vida da maioria das pessoas consiste em uma rotina intensa de atividades, necessitando de opções práticas para se alimentar. Alimentar-se bem tem sido uma preocupação constante na rotina das pessoas. Seja para obter um estilo de vida mais saudável, seja para perder peso, melhorar a saúde ou simplesmente satisfazer uma necessidade fisiológica, comer é sempre bom. Contudo, uma nutrição adequada consiste em algumas questões importantes: o que, quando, quanto e como consumir os alimentos. E em 12º lugar dos posts mais lidos temos algumas dicas de boa alimentação.

9910-quinoa-tabbouleh-m

No dia Mundial da Alimentação. Para celebrar a data, a nutricionista do Colégio Raízes, Paula Oseki, apresenta os benefícios da quinua, grãozinho cultivado nos Andes que é um dos alimentos mais completos do mundo, sendo comparado ao leite materno segundo suas características nutricionais.

“A quinua é uma excelente fonte de proteínas, possui carboidratos de baixo índice glicêmico, ômega 3 e 6 e é isento de glúten, sendo alternativa para celíacos (pessoas com intolerância às proteínas presentes no glúten)”, contou a nutricionista.

O grão também contém aminoácidos encontrados em alimentos de origem animal como carnes e ovos, que estão relacionados ao desenvolvimento da inteligência, à rapidez de reflexos e a funções como a memória e a aprendizagem, por isso são muito indicados para crianças, segundo a Academia Americana de Pediatria.

Porém, por não conter a vitamina B12, não pode ser considerada substituta das carnes, e sim um fantástico complemento para aqueles que necessitam de maior aporte de proteínas.

Para quem quer controlar o peso ou esportistas, uma boa notícia: esse grão contém baixo índice glicêmico e é rica em fibras (até mais que o arroz integral), mantendo a sensação de saciedade entre as refeições, melhorando o funcionamento do intestino e ajudando no controle do colesterol, glicemia e triglicérides.

Como consumir? Em flocos, grãos, farinha… “Nutricionalmente não há diferença, mas o grão não sofre processamento, preservando todos nutrientes de forma mais eficaz”, explicou a Paula.

Grãos: o ideal é deixar de molho por algumas horas e cozinhar em água já fervente, no fogo baixo, por 15 minutos. Fica mais saboroso se o sal for adicionado depois do cozimento. Pode ser misturado nas saladas, sopas, arroz e risotos ou servido com molhos. Cozido, dura até três dias na geladeira e pode ser congelado também;

Flocos: polvilhe em sopas, no iogurte, na salada de frutas e em vitaminas naturais;

Farinha: pode ser usada como os flocos ou servir como base para pães, biscoitos, macarrão, etc.

Está esperando o que para incorporar essa delícia no seu dia a dia?