26/09
Oficina de Profissões

IMG-20180925-WA0007 IMG-20180925-WA0008Com o objetivo de auxiliar os estudantes na escolha de uma futura profissão, nossos alunos foram convidados a participar de diferentes oficinas práticas, que simulam o mercado de trabalho.

Oficinas nas áreas de direito, educação, engenharias, saúde, gestão e negócios, foram os carros chefe dessa visita, onde os alunos puderam manter contato direto com a rotina dessas profissões.

11/04
Roda de conversa

IMG_20180406_105009738(1)(1)Para compor a bagagem cultural dos alunos e levando em conta a importância da discussão das obras literárias clássicas nos dias atuais, a prô de literatura propôs um estudo dirigido.

Uma das obras mais conhecidas da Literatura Portuguesa é o “Auto da Barca do Inferno”. A alegoria dramática de Gil Vicente faz parte da Trilogia das Barcas e foi representada pela primeira vez no ano de 1517.

Pertencente a Escola Literária Humanismo, a obra tem caráter moralizante. Ela critica a sociedade usando de personagens que representam seus vários setores e suas falhas.

Discutiram sobre os principais aspectos da obra,as críticas de Gil Vicente às regras religiosas da época no século XVI.

Nessa atividade, os alunos puderam conhecer o modo de vida, os costumes do século XVI através das expressões artísticas e literárias.

04/08
Jogo da Queimada

A Prô Lissandra propôs  na aula, conhecer diversas formas de jogar a queimada e verificar como as regras são necessárias e fáceis de serem adaptadas em cada situação. 

IMG_9006Este jogo é bastante difundido na cultura escolar de grande parte das escolas,jogando o aluno desenvolve seus pensamentos, movimentos, cria estratégias, resolve situações problemas o que gera mecanismos de socialização .

O jogo de queimada também pode ser conhecido por outras denominações, como: Barra Bola; Bola Queimada; Cemitério; Mata-mata; Mata-soldado; Queimado; Caçador no estado do Paraná e Rio Grande do Sul; Carimba no estado do Ceará; Baleado no estado da Bahia.

IMG_9007A brincadeira do jogo de queimada não existe número estabelecido de participantes, as regras não são muito rígidas, porém o objetivo é o mesmo: Eliminar a equipe oposta.

19/07
9º Lugar- Guia de profissões- Curso de Biblioteconomia

Selo_GuiaDeProfissões-01-300x212

No 9º lugar dos textos mais lidos, podemos conferir o guia de profissões e conhecer um pouco mais dessa profissão de biblioteconomia

( Texto publicado originalmente em 20/03/2015- Guia de Profissões)

O bibliotecário precisa ser muito organizado, pois é o responsável pela classificação, organização e divulgação do acervo de bibliotecas ou centros de documentação. O mercado de trabalho dessa área está em alta, porque desde 2010 é obrigatória a presença de uma biblioteca em todas as instituições de ensino, públicas ou privadas.

A necessidade por pessoas que dominem tecnologia em diversas plataformas também tem aumentado a oferta de empregos, principalmente por conta das bibliotecas digitais.

O curso, também conhecido como Ciências da Informação e da Documentação e Biblioteconomia, tem duração de quatro anos. As disciplinas incluem línguas portuguesa e inglesa, literatura, história, além das matérias específicas, como registro da informação, história social do conhecimento e das bibliotecas, indexação e arquitetura da informação. O aluno sai preparado para criar sistemas de organização e dados.

Resumindo: o bibliotecário é aquele que organiza e administra as informações de uma base de documentos ou biblioteca, desde filmes, revistas, fotos e documentos aos próprios livros. O mercado de trabalho está em expansão: o profissional pode trabalhar em bibliotecas públicas, em escolas, universidades, museus, editoras, ONGs, centro culturais e associações. Por conta do desenvolvimento tecnológico, outras áreas são a criação de arquivos e bancos de dados digitais.

14/07
11º lugar: Ouvindo Rádio

Você sabe como funciona uma emissora de rádio?

Além da pergunta do título acima, vale acrescentar outra: e o que isso tem a ver com física? Mas é justamente na física que está a resposta para como fazer um som se propagar através de ondas eletromagnéticas pelo ar.

Com o 11º post mais lido vamos aprender como funcionam as transmissões e como muita gente perseguia essa ideia no fim do século 19: quem arranjasse um meio de substituir os telégrafos e cabos usados para mandar mensagens ficaria rico. O italiano Guglielmo Marconi conseguiu fazer o som ser transmitido para um receptor sem o auxílio de fios e é considerado o inventor do rádio, apesar de outros terem conseguido resultado semelhante, como o brasileiro Roberto Landell de Moura.

Hoje a tecnologia não é usada só para transmitir músicas nas mais de 7 mil estações oficiais do Brasil mas também é a base para o funcionamento de vários apetrechos, de celulares a controles remotos.

Boy listening to portable radio --- Image by © H. Armstrong Roberts/CORBIS

Aí vão os cinco passos básicos que explicam como o som chega até aos aparelhos de rádio:

1. No estúdio de uma emissora de rádio, o locutor fala ao microfone, que é um “transdutor”, e recebe a vibração da voz em ondas mecânicas e as converte em corrente elétrica.

2. O microfone é ligado à mesa de som, assim como o tocador de CD ou MP3 e o computador onde ficam armazenados comerciais, efeitos sonoros e, claro, músicas. A função da mesa de som é unir esses sons a outros, como as ligações telefônicas dos ouvintes.

3. O sinal em forma de impulsos elétricos que sai da mesa é fraco, por isso ele passa por um amplificador, que aumenta a intensidade de corrente elétrica por meio de um circuito eletrônico. Essa amplificação pode ser de centenas ou milhares de vezes, dependendo da área atingida

4. No alto da emissora fica a antena – lá, é mais fácil evitar que o sinal seja interrompido por prédios ou acidentes geográficos. Ela recebe os sinais elétricos e os transforma em ondas eletromagnéticas. Cada antena emite dois tipos de sinal juntos: a onda portadora, que leva a frequência da rádio, e a corrente ampliada, que contém o som

5. Esses sinais chegam até o aparelho de rádio. Quando mexemos no dial, um circuito interno faz com que a antena do aparelho oscile de acordo com cada estação. Os alto-falantes, então, convertem as ondas elétricas em vibrações mecânicas, que são o som propriamente dito.

E, para terminar, vale uma última pergunta: você ainda ouve rádio?