10/04
Operação carne fraca na aula de geografia

Aulas de geografia - ensino médio

Aproveitar os assuntos da atualidade para debater temas importantes dentro da sala de aula é muito útil. O terceirão e a professora Cybelle aproveitaram a operação Carne Fraca, da Polícia Federal, para discutir alguns temas de geografia.

O assunto foi a importância da industrialização para o desenvolvimento do Brasil, e a operação da PF foi utilizada como exemplo de consequências deste tipo de indústria, que é a 2ª maior do mundo, para o país.

Além disso, a turma colocou a mão na massa para produzir maquetes de moradia popular para entender melhor questões relacionadas à urbanização brasileira, Plano Diretor e os problemas das cidades.

Aula prática
O 1º ano também colocou a mão na massa e produzir uma série de materiais para representar diferentes formas de relevo. A partir da atividade, eles conseguiram entender melhor como são as montanhas, o planalto, planície e depressão.

Tem fotos das aulas aqui.

17/03
Exercitando o espanhol

Espanhol

Para aprender um novo idioma não há nada melhor do que treinar, certo? E foi justamente isso que o pessoal do 1º ano fez na aula de espanhol.

Depois de ver o conteúdo no livro, a turma praticou como se apresentar e falar sobre uma qualidade em espanhol, utilizando o Yo soy.

O interessante é que o professor fez a mesma pergunta a todos os alunos, e eles tiveram de responder totalmente em espanhol, aumentando também a fluência no idioma.

31/10
Avisos da semana

Mais uma semana começando e, além do feriado de Finados, na quarta-feira, temos outras coisas rolando. Fiquem atentos:

No dia 4, sexta-feira, vai rolar mais um simulado geral para todas as turmas. O simulado é no horário normal de aula.

Também na sexta-feira, dia 4, a edição do plantão de dúvidas vai ser dedicada à redação para o Enem. O horário do plantão será das 14 às 15h30. Aproveitem para tirar as últimas dúvidas antes da prova.

23/05
Segunda chamada

Os alunos que perderam alguma prova mensal de maio podem participar da segunda chamada nesta segunda-feira (23/5), às 14 horas.

Quem tiver alguma dúvida pode deixar um recado aqui no blog.

12/02
Guia de profissões: você sabe o que é luteria?

Retomamos nosso Guia de Profissões neste ano com uma carreira bem inusitada e que provavelmente pouca gente saiba exatamente o que é: a luteria. Alguém aí se arrisca em dizer o que é?

A luteria é a construção e manutenção de instrumentos musicais. O profissional que trabalha nesse ramo é chamado de luthier e ele é responsável por analisar a matéria-prima, como o tipo de madeira utilizada, escolher a técnica que será empregada para a confecção do aparelho e fazer o acabamento do instrumento.

Um bom luthier está preparado para fabricar instrumentos de corda acústicos, como violino, viola, contrabaixo, violoncelo, e também instrumentos eletrificados, como guitarra e violão elétrico.

De acordo com o Guia do Estudante, o mercado na área de manutenção de instrumentos está em alta, principalmente devido à volta do ensino de música na educação básica. Mas há muitos luthiers que trabalham em grandes orquestras, construindo e cuidando dos instrumentos dos músicos.

A formação do luthier envolve desde o conhecimento em história da arte e cultura musical, passando por acústica e desenho técnico e vai até restauração, conhecimentos de eletricidade e eletrônica e arquetaria. É uma profissão que envolve aprendizados muito variados.

A maioria dos cursos de luthier no país são técnicos, apenas a Universidade Federal do Paraná (UFPR) conta com um curso de graduação. No vídeo abaixo, vocês podem conhecer mais detalhes sobre a profissão e o curso.

11/12
Retrospectiva terceirões 2015

Foram muitas aulas, provas, atividades, Decora, festas, entre muitas outras coisas neste 2015.

Depois de tudo isso, os alunos dos terceirões saem do Raízes devidamente formados e prontos para começar uma nova etapa em suas vidas. Aproveitando o clima de final de ano, fizemos uma retrospectiva com alguns destes momentos de 2015:

16/11
Um vídeo sobre o sucesso do 3º B

O que é sucesso para você? Foi esta pergunta que o terceirão teve de responder na aula de inglês.

Todo mundo mandou super bem, mas o Rafael Cozaro, Henrique Botelho, Sérgio, Gabriel L., Felipe Koji, Murilo e Vinícius Y, do 3º B, fizeram um vídeo muito, mas muito, legal sobre isso.

É só dar o play:

26/08
O que é estruturalismo?

É mais importante analisar as estruturas (modos de funcionamento, regras, códigos, regularidades) do que interpretar os fenômenos em si. Alguém arrisca dizer à qual corrente de pensamento esta definição pertence? Está relacionada à disciplina do professor Vagner e é este o assunto que ele enviou para o blog esta semana.

Para quem não sabe, a frase acima define o que é o estruturalismo, cujas teorias e metodologias foram muito difundidas por acadêmicos das áreas de ciências humanas e sociais durante a segunda metade do século 20.

O estruturalismo provém de duas fontes primárias: na Psicologia, com o conceito de estrutura da mente proposto pelo médico, psicólogo e filósofo alemão Wilhelm Maximilian Wundt (1832-1920), um dos fundadores da psicologia experimental; e na Linguística, por meio do trabalho do filósofo e estudioso da linguagem suíço Ferdinand de Saussure (1857-1913).

Não foram só psicólogos e linguistas que utilizaram o estruturalismo em seus livros e pesquisas. Filósofos, historiadores, sociólogos e antropólogos passaram a analisar seus objetos de estudo a partir da perspectiva estruturalista.

Para citar um exemplo famoso, temos o caso do antropólogo franco-belga Claude Lévi-Strauss (1908-2009), cuja bibliografia inclui os clássicos “Antropologia Estrutural I” e “II”.