09/08
Discussão sobre o Realismo

Saindo do contexto romântico da literatura,os alunos do 2º ano iniciaram uma importante discussão sobre o realismo e para contribuição da biblioteca cultura dos alunos a prô de literatura propôs uma leitura densa e bem realista sobre o livro “O Primo Basílio”, que é uma importante obra de Eça de Queirós, um dos autores mais celebrados da literatura portuguesa.

Inicialmente publicada em 1878,Queirós faz uma análise da sociedade portuguesa para determinar quais eram os vícios e os males que prejudicavam profundamente o desenvolvimento de Portugal.

Narrado em 3ª. pessoa, narrador – onisciente, Eça traça uma panorama da sociedade de sua época, a partir da composição de tipos sociais. Jorge e Luísa formam um jovem casal pertencente à burguesia de Lisboa.

o primo basilio

Luísa vive um casamento morno com Jorge e vive de fantasias.Quando Jorge parte para uma viagem de trabalho. Durante sua ausência, Luísa recebe a visita de um antigo namorado de juventude, seu primo Basílio, residente em Paris. Admirado com a beleza da moça, Basílio envolve Luísa em um jogo de sedução, que faz com que ela se imagine vivendo uma das aventuras amorosas de suas leituras românticas. Eles se tornam amantes, passando a trocar bilhetes e cartas de amor.

Juliana ( a empregada da família) rouba algumas cartas trocadas entre os amantes e inicia uma chantagem a Luísa. Luisa conta um plano de fuga para Basílio, no entanto este se recusa e retorna a Paris.

Envolvidos nessa trama, os alunos participaram de uma importante discussão sobre os valores culturais e sociais de uma sociedade, com o objetivo de ampliar os conhecimentos e sua visão crítica.

 

04/09
Clássicos em HQ

Com certeza vocês já ouviram a frase: “Esse livro é um clássico! Leitura obrigatória!”.

E, para quem está prestes a fazer o vestibular, além dos “clássicos”, outras leituras “obrigatórias” são os livros que vão cair nos processos seletivos.

Mas e se pudéssemos conhecer os clássicos por meio de histórias em quadrinhos? Uma boa HQ é bacana, pois sintetiza em poucas páginas a história, muitas vezes com uma linguagem diferente, e com os traços e as cores dos desenhos.

Na verdade, alguns clássicos já viraram HQs, como “Dom Casmurro”, de Machado de Assis, “Robinson Crusoé”, de Daniel Defoe, e “Frankenstein”, de Mary Shelley. A ideia não é substituir uma leitura pela outra, mas apresentar uma história interessante, um clássico imperdível, para que a galera possa se interessar e ler o livro, que também é uma experiência bacana.

Quem quiser saber mais onde encontrar títulos de clássicos em HQs, pode dar uma olhadinha no site da Folhateen.

19/09
LivroClip

Vocês já conhecem a parceria do Colégio Raízes com o LivroClip, biblioteca digital desenvolvida pelo Instituto Canal do Livro que coloca a disposição na internet uma série de livros, alguns deles clássicos da literatura universal.

O aplicativo também tem animações, parecidas com “trailers” de livros, que vêm acompanhadas de informações sobre a obra e o autor. Para quem está a poucos meses do vestibular, a ferramenta é uma grande ajuda para as revisões.

Também há alguns jogos na área LivroGame. Os joguinhos são bem simples e fáceis, mas ajudam a explicar assuntos que não são tão fáceis assim, como a reforma ortográfica.

Para explorar o LivroClip, é preciso acessar a página www.livroclip.com.br/raizes e colocar o login e a senha que estão disponíveis na escola, certo?

Bons estudos e bom começo de semana para vocês!