21/07
8º lugar dos textos mais lidos: A torcida mexicana na copa

16603934 mexicana

Em 8º lugar dos textos mais lidos, podemos relembrar sobre o grito da torcida mexicana na Copa de 2014,e conhecer sobre essa cultura tão diferente.

A torcida do México tem chamado atenção nos jogos da Copa.No jogo da primeira fase contra o Brasil, muito se falou sobre as cores, as músicas e a animação dos mexicanos, que, acreditam alguns, fizeram a diferença na disposição da sua seleção.

Já no jogo contra Camarões, também na primeira rodada, surgiu uma polêmica: a torcida foi acusada de manifestações homofóbicas devido a um dos seus gritos de guerra mais tradicionais.

É que antes das cobranças de tiro de meta do goleiro adversário, os mexicanos gritam em coro: “ehhhhhhhhhhhhh puto”. A Fifa acabou absolvendo a Associação Mexicana de Futebol, por considerar que o grito, dentro do contexto do futebol, não é considerado um insulto.

O goleiro Alfredo Talavera, um dos reservas do México, inclusive declarou que “puto” vem de “putozin” que, na língua nativa Nahuatl, significa “desejo que ele dê um chute horrível”. Mas será que é isso mesmo ou o “portero” mexicano deu uma trollada nos jornalistas.

Bom, ninguém melhor do que o professor Roberto Carlos, que dá aulas de espanhol no Raízes e é mexicano, para explicar a origem desta tradição futebolística.

Ele indicou a leitura do artigo da jornalista Yuriria Sierra, que escreve para o portal Excelsior, do blog colaborativo Esto y Aquello e do site Fanbolero, que apresentam diferentes visões sobre a origem do grito da torcida e suas repercussões.

E vocês, o que acham sobre a torcida mexicana?

07/06
Dicas de filmes em espanhol

Aproveitando que o 3º ano está estudando um pouco de cinema e tevê na aula de espanhol, o professor Roberto Carlos enviou ao blog uma lista com algumas indicações para ajudar a turma.

Os filmes são:
Damian La Profecia
El Padrino
En Bueno El Malo y El Feo
Y Finalmente
Pesadilla en la Calle del Infierno

Agora é assistir aos títulos e treinar o espanhol!

30/11
Professora Cristiane fala sobre 2016

Mais um ano está chegando ao final e a professora Cristiane, de Literatura, enviou um texto fazendo um balanço de tudo o que foi trabalhado neste 2016. Boa leitura!

“Os verdadeiros analfabetos são aqueles que sabem ler, mas não leem” (Mario Quintana).

A leitura é a forma mais antiga e eficiente de adquirir conhecimento. Ela melhora o aprendizado, estimula o bom funcionamento da memória, aprimora a capacidade interpretativa e mantém o raciocínio ativo, além de proporcionar ao leitor um conhecimento amplo e diversificado sobre vários assuntos.

Os livros trabalhados no Ensino Médio, além de enriquecer o vocabulário, proporcionam ainda uma reflexão de cunho social, à medida que as histórias são baseadas em contextos históricos escritos por autores que vivenciaram momentos importantes no Brasil.

Com isso os alunos podem fazer um link com a história e a literatura, construindo assim um conceito crítico- social, ponderando elementos para o conhecimento, pois os livros não mudam o mundo, quem muda o mundo são as pessoas. Os livros só mudam as pessoas, já dizia Mario Quintana.

 

07/09
Um pouco de ciência

 

Captura de Tela 2016-08-31 às 09.19.56

A colaboração desta semana é do professor Michel, de Física. Olha só que interessante:

A ciência é sem dúvida algo fundamental para o desenvolvimento da sociedade. Mas como podemos conhecer um pouquinho da ciência do cientista? Que tipo de visão um cientista tem? Como ele entende a ciência que ele faz?

StarTalk é um programa gravado pelo renomado cientista Neil deGrasse-Tyson, diretor do Planetário Hayden, que conta com a presença de um cientista e de um comediante ou outro personagem, ambos convidados para fazer discussões sobre ciência a partir da visão de quem a faz e daquele que é leigo na área.

Você pode ouvir os podcasts ou assistir este programa no Youtube ou até mesmo no canal NatGeo.

Para assistir clique aqui.

Para ouvir o podcast clique aqui.

 

04/12
Bonito ou feio?

O professor Vagner, de filosofia, enviou um texto muito interessante sobre o que é bonito e o que é feio. Boa leitura!

A estética é um ramo da filosofia que se ocupa das questões tradicionalmente ligadas à arte, como o belo, o feio, o gosto, os estilos e as teorias da criação e da percepção artística.

Do ponto de vista estritamente filosófico, a estética estuda racionalmente o belo e o sentimento que este desperta nos homens. Dessa forma, surge o uso corrente de estética como sinônimo de beleza. É esse o sentido dos vários institutos de estética: institutos de beleza que podem abranger do salão de cabeleireiro à academia de ginástica.

A palavra estética vem do grego aisthesis e significa “faculdade de sentir”, “compreensão pelos sentidos”, “percepção totalizante”.

Assim, a obra de arte, sendo, em primeiro lugar individual, concreta e sensível, oferece-se aos nossos sentidos; em segundo lugar, sendo uma interpretação simbólica do mundo, uma atribuição de sentido ao real e uma forma de organização que transforma o vivido em objeto de conhecimento, proporciona a compreensão pelos sentidos; ao se dirigir, enquanto conhecimento intuitivo, à nossa imaginação e ao sentimento (não à razão lógica), toma-se em objeto estético por excelência.

Você acredita em padrão de beleza?

 

11/11
Nuvem, raio e tempestade

Captura de Tela 2015-11-06 às 14.35.07

Você sabia que existe um site totalmente dedicado a explicar raios e tempestades? Essa é a dica do professor Michel, de Física. Ele enviou o seguinte texto para o blog:

Um dos fenômenos naturais que mais assusta e impressiona o homem, tem muito a nos ensinar. Por meio do estudo da eletricidade atmosférica, conseguimos entender e prever as tempestades.

O Grupo de Eletricidade Atmosférica (Elat) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) produziu diversas pesquisas sobre as descargas elétricas na atmosfera, ou seja, sobre raios e tempestades.

Para o público que deseja saber um pouco mais sobre o assunto, o Elat montou um site sobre as curiosidades relacionadas ao assunto, além é claro de mostrar todo o trabalho realizado pelo grupo. Já que a temporada de chuvas deve chegar em breve, dê uma passadinha por lá e conheça mais sobre o assunto.

Para visitar o site clique aqui.

09/11
Um vídeo sobre amizade

A professora Aline, de gramática, aproveitou que o final do ano e a formatura estão chegando e enviou um vídeo sobre amizade.

Ela também enviou esta frase: “A vida é aquilo que tem passado enquanto estamos vidrados em nossos smartphones, amando por mensagem, viajando pelo youtube, chorando pelo Twitter, curtindo pelo Instagram e conhecendo pessoas pelo facebook. Ilhados de solidão de quem está perto e cercado da presença de quem está distante, estamos conectados a tudo, menos a nós mesmos.” (Manoel Junior).

Para assistir ao vídeo, é só dar play:

04/11
A poesia de Fernando Pessoa

Vocês provavelmente já leram, ou até mesmo compartilharam no Face ou no Insta, frases atribuídas ao poeta Fernando Pessoa. E é justamente sobre ele que o professor Guilherme, de literatura, enviou um texto para o blog.

Fernando Pessoa, um maiores e mais instigantes poetas das literaturas em língua portuguesa, é abordado pelos livros didáticos e universitários considerando-se apenas três heterônimos – Alberto Caeiro, Álvaro de Campos, Ricardo Reis e, eventualmente, o semi-heterônimo Bernardo Soares.

Por heterônimos, entenda-se um complexo processo no qual o autor cria outros autores, com personalidades e obras diferentes. Não se confunda com pseudônimo. Bernardo Soares seria considerado semi-heterônimo porque possui características similares às de seu criador, Fernando Pessoa; os demais têm traços distintos.

Cabe destacar que o poeta do modernismo português, escritor prolífico e de personalidade controversa, deixou escritos de autoria de 127 (!) heterônimos, segundo o biógrafo brasileiro José Paulo Cavalcanti Filho.

Ler Fernando Pessoa é acessar um complexo universo, com desdobramentos infinitos. O link abaixo nos permite vislumbrar um pouco desse imenso poeta, bem como ter acesso à obra de muitos outros nomes relevantes da literatura portuguesa.

Clique aqui para visitar o site.

 

26/10
Lendo textos em inglês

A professora Aline enviou uma dica bem interessante para o blog: técnicas para ajudar na leitura e compreensão de textos em inglês.

Você, por exemplo, o que é scanning? Ele facilita bastante a compreensão na hora da leitura.

Outro trecho do texto diz o seguinte: “O primeiro passo para se compreender um texto em outra língua é observar toda sua estrutura: títulos, subtítulos, pistas tipográficas – datas, números, gráficos, figuras, fotografias, palavras em negrito ou itálico, cabeçalhos, referências bibliográficas, reticências… Essas informações, parte delas não-lineares, complementam as informações contidas no texto e, observadas antecipadamente, fazem com que se tenha uma idéia melhor do o assunto em questão”.

Quer saber mais? Clique aqui.

21/10
Três filmes para aprender e curtir

O professor Roberto Carlos enviou três indicações de filmes para vocês curtirem e aprenderem.

Para o primeiro ano, a dica é documentário Fahrenheit 9-11, do diretor Michael Moore. O filme fala sobre o atentado de 11 de setembro e é muito interessante. Para assistir clique aqui.

Já para o pessoal do 2º ano, o professor recomenda o filme O Labirinto do Fauno e deixa uma pergunta para vocês refletirem: após assistir ao filme, podemos considerar a mensagem poética? Para assistir clique aqui.

E para os terceirões a dica é Marilyn Monroe – The Final Days, que conta a história dessa importante atriz. Para ver clique aqui.