23/10
Física e brigadeiro

Processed with MOLDIVOs conceitos estudados em física estão presentes em diversas situações do cotidiano, algumas vezes onde menos esperamos.

É comum os alunos falarem ” Por que tenho que aprender isso se quero cursar Direito?”

E para contradizer essa aparente dicotomia entre realidade e estudo acadêmico, a professora de física e os alunos realizaram uma experiência diferente, tendo como situação cotidiana norteadora uma moda que para muitos de mau gosto, bastante difundida em canais de entretenimento do Youtube: o ” mergulho em banheira”, contendo algum alimento fluido, como gelatina, pasta de chocolate, e outros.

O experimento consistia em determinar, usando conceitos físicos como densidade e empuxo, qual a quantidade necessária e alimento para encher uma banheira comum e a força que esse alimento exerceria sobre nós.

O alimento escolhido pelos alunos foi o brigadeiro. Eles foram divididos em grupos e cada grupo tinha como objetivo escolher uma banheira qualquer, pesquisando na internet e realizando os cálculos a partir das dimensões dela.

Apesar de aparentemente simples, o experimento trabalhou ao mesmo tempo diversos conceitos fundamentais da física, como transformação de unidade, método científico, hipótese investigativa e estimativa de grandeza.

E o resultado final de todo o trabalho obtido foi apreciar o delicioso brigadeiro!

20/10
Festa de Halloween

Post_Halloween_RaizesSERRA-01Está chegando o dia mais aterrorizante do ano-O dia de Halloween.

A comemoração será no dia 27/10, na Unidade da Serra.

Do maternal ao 5º ano- a comemoração será no período de aula

E do 6º ano ao Ensino Médio  o baile será das 18h às 20h

( Lembramos que os alunos do 5º ano também estão convidados a participar do baile)

Neste dia haverá  um concurso de fantasias e um DJ para animar a festa.

Então, prepare sua fantasia para se divertir !!!

16/10
Vidas Secas

vidas secas

Na lista dos livros de leitura obrigatória para o vestibular, destacamos Vidas Secas de Graciliano Ramos. Os alunos do 3º ano, fizeram uma análise crítica sobre a obra, destacando características importantes do romance e contextualizando com os aspectos mais relevantes do Brasil.

Escrito em 1938, Vidas Secas é o único  livro de Graciliano Ramos escrito em 3ª pessoa e, sem dúvidas, o mais voltado para o drama social que angustia sua região, o nordeste brasileiro. O romance, em um curto espaço de tempo, narra o cotidiano de uma família de retirantes que tenta fugir da seca do sertão nordestino.

No contexto de sofrimento e de injustiças são apresentados os personagens. Todos revelados fisicamente derrotados pelo sol e moralmente humilhados pelas desigualdades sociais. Devido à falta de expectativa de vida, os sertanejos se submetem a uma rotina em busca de saída da miséria. A família é composta pelo pai Fabiano, a mãe Sinhá Vitória, os filhos mais velho e mais novo e a cachorra Baleia. Fabiano, ao consolidar-se como vaqueiro de uma fazenda abandonada, desfruta de um período curto de estabilidade, mais tarde acaba por se frustrar e ver  seus sonhos se acabando.

A família representa os tantos outros humanos que têm sido reduzidos pela hostilidade da natureza e pela injustiça da sociedade. A narrativa passa a limpo a luta de tantos outros sertanejos, não só contra a força da natureza, mas também a luta contra a estrutura social instaurada a partir  do  poder econômico e político.

Fabiano e sua família se ocupam do papel de sertanejos que fogem da seca nordestina brasileira, que vivem como bichos, que lutam contra as forças da natureza em busca da sobrevivência no sertão e que, ainda sim, sentem a miséria na pele.

11/10
Preparando para a Feira de Ciências

Processed with MOLDIVOs alunos do Ensino Médio estão a todo vapor na produção dos experimentos para a Feira de Ciências 2017.

Já estão na fase de testes e cuidando de todos os detalhes.

A Feira acontecerá na próxima quarta-feira das 8h às 12h e todos estão convidados a nos visitar

Processed with MOLDIV

Falando sobre Música

IMG_9646Vamos conhecer um pouco sobre um amor a parte da nossa aluna do 2º ano Luana: A música

Fizemos uma entrevista com ela para conhecê-la melhor:Vamos conferir?

1. Como se interessou pela música?

R: Com um dos meus tios, que cantava comigo desde criança. Tudo foi sempre muito baseado em ” quem canta, seus males espanta!”

2. Como foi no começo?

R: Imitando a Xuxa, tentando tocar o violão totalmente errado. Acho que tudo começa quando uma criança estimula sua criatividade.

3. Quais são os resultados e benefícios conquistados?

R: Me tornou mais aberta às pessoas e trabalhou muito a minha timidez.

4. Como é seu dia a dia?

R: Bem normal, escola e amigos.A única coisa que pode mudar é a seriedade que eu levo em cantar no chuveiro, ou a necessidade de estar sempre com um fone no ouvido  e música no carro.

5. Como cuida da alimentação?

R:Bem longe da dieta. Chocolate e salgadinhos fazem parte do meu dia. Mas os dois litros de água ajudam na hora de cantar.

6. O que a música mudou na sua vida?

R: Essa amizade com a música me acalma e me ajuda a sintonizar com o mundo.

7. Quanto tempo já canta?

R: Desde pequena, como uma diversão. Mas a voz começou a melhorar no ano em que eu fiz aulas,uns 4 anos atrás.

8. Pretende transformar isso em profissão ou algo do tipo?

R: Não. Mas eu considerei algum tempo, mas se eu levasse a esse ponto eu perderia a paixão, pretendo cursar Direito e cantar escondido, quando ficar estressada com o trabalho.

9. Qual a dica que dá para quem quer começar?

R: Tenha sentimento. É bem mais fácil começar quando você tem uma conexão com a música. Eu sempre tento cantar uma canção que me faça sentir algo, porque se não, nem vale a pena.

10. O que sua família disse sobre isso?

R:Eles adoram, a única crítica é sobre eu não “tirar” dinheiro com isso, mas tenho um grande apoio.

04/10
Parceria NANIKO’S CIRCUS

O Naniko’s Circus foi fundado por Hernani Albuquerque que com mais de 15 anos de experiência na área circense traz para região de Guarulhos e Mogi das Cruzes um novo local onde artistas e iniciantes possam desenvolver seus talentos e colocá-los em prática. O Naniko’s Circus também atua no mercado corporativo atendendo a empresas, shoppings centers, espaços culturais, casas de espetáculos, casas noturnas, emissoras de Tvs e escolas. O Naniko’s Circus leva até seu evento o entretenimento e a arte circense com muita emoção e magia.

Além dos cursos regulares, que acontecem ao longo do ano, nossa Escola de Circo também oferece cursos de férias em julho e janeiro.

Durante o ano também acontecem várias apresentações na escola – são os Cabarés, onde alunos e artistas mostram ao público seus números. Os espetáculos usualmente têm entrada franca.

Nos finais de semana, realizamos festas de aniversário chamadas de aula-festa, onde as crianças e os adultos comemoram com ludicidade e aprendem algumas modalidades circenses, divertindo-se num circuito acrobático.

Para os alunos e familiares do colégio raízes 10% de desconto nas aulas.

Conheça mais sobre essa parceria no site https://www.nanikoscircus.com.br/onanikoscircus

Jogo Geográfico

IMG_9581Os alunos do 1º ano fizeram uma competição baseados na pesquisa feita em casa sobre as características do campo e da cidade nos países desenvolvidos e subdesenvolvidos.

O intuito é que eles percebam que a diferença econômica desses países acaba sendo refletida no seu nível de desenvolvimento e de ocupação do espaço geográfico ( todo espaço ocupado pelo homem).

Discutiu-se sobre as diferentes formas de agricultura desenvolvidas no mundo e já relacionou-se com os impactos ambientais causados pelo desenvolvimento agrícola e industrial.

Já no 2º ano, os alunos confeccionaram um jogo de tabuleiro, sobre o tema de desenvolvimento e espaço geográfico brasileiro, feito desde o período colonial até os dias atuais.

Com isso, eles fizeram uma ponte com o conteúdo trabalho em sala de aula sobre a colonização do Brasil e desenvolvimento industrial, analisando a a evolução do Brasil no cenário mundial.

Esse trabalho é uma sequência de outros anteriores, como a confecção de mapas brasileiros com formas de regionalização diferentes do IBGE, as regiões geoeconômicas e a regionalização, sintetizando assim o que já foi visto em aula.

Podemos ver outras fotos aqui

IMG_9587