31/07
Trânsito Mais Seguro para a volta às aulas

As aulas voltam nesta quinta-feira (1) no Colégio Raízes. Por isso, hoje vamos relembrar as dez dicas da nossa campanha Trânsito Mais Seguro.

Estas dez dicas são muito fáceis de ser colocadas em prática e vão garantir mais segurança aos pais, professores, colaboradores e, principalmente, aos alunos do colégio durante os horários de entrada e saída das turmas.

Quem quiser também pode baixar o arquivo em PDF clicando aqui. Fiquem atentos a estas regrinhas para tornar o trânsito dentro da escola ainda mais seguro, certo?

30/07
Atividades, ações e eventos no Raízes

Temos falado bastante aqui no blog sobre a importância de agregar novos processos e formas de aprendizado ao conteúdo forte da nossa escola.

O Colégio Raízes já tinha esta proposta antes mesmo de utilizar os iPads em sala de aula. Nossa equipe sempre realizou ações, atividades e eventos na escola para tornar o ensino-aprendizagem um processo natural e divertido, fazendo com que os alunos construam seu conhecimento de diversas formas.

A gincana realizada no colégio é um exemplo disso. Por meio dos Desafios do Colégio Raízes (Decora), os alunos aprendem a se organizar, a ter responsabilidade e espírito de equipe, se tornam mais participativos e colaborativos.

Muitas provas trabalham o conteúdo do que está sendo visto em sala de aula. Nas tarefas os alunos também desenvolvem a coordenação motora e a agilidade física, tudo de forma muito divertida. Há provas que contam com a participação de pais e amigos.

Outro evento tradicional da escola que une todas as turmas, os pais e nossos colaboradores é a festa junina. Afinal, dia de festa também é dia de aprender, confraternizar, estreitar o relacionamento e fortalecer o contato com pais e alunos. A festa junina também é uma oportunidade dos alunos aprenderem mais sobre o folclore, nossa história e as origens de várias tradições que acontecem em todo o país.

Na unidade da serra também são realizadas várias atividades e eventos durante o ano, entre eles, o Nana Raízes.  “Brincando de dormir”, os alunos da educação infantil aprimoram tarefas do dia a dia, aprendem a se organizar, a respeitar o espaço do próximo e, no final, fazem uma apresentação aos pais.

Ao finalizarem a educação infantil, os alunos participam da Festa do Livro, evento que marca a entrada dos pequenos no mundo da literatura. Há ainda as atividades realizadas em datas comemorativas, como a festinha do carnaval e a caçada de ovos na Páscoa e as celebrações dos dias das mães e dos pais.

Tudo isso também contribui, e muito, para o desenvolvimento completo dos nossos alunos.

29/07
Aprendizado em todos os espaços da escola

No Colégio Raízes o conhecimento é construído em todos os espaços da escola.

Na unidade da serra, nossos alunos aprendem em todos os lugares, e não somente dentro da sala de aula.

Nos mais de 25 mil metros quadrados de muito verde e natureza, as turminhas têm contato direto com o meio ambiente e um aprendizado muito mais rico, vivenciando o dia a dia de animais e da flora da região.

Eles aprendem a importância da preservação do meio ambiente e de ações que possam melhorar a qualidade de vida também em suas casas interagindo com os animais da Fazendinha e aprendendo a cultivar plantas na horta ou no pomar.

Além disso, os professores aproveitam o espaço para desenvolver uma série de atividades fora da sala de aula, como rodas de música, piqueniques, saraus, feira do livro, teatros e brincadeiras, sempre trabalhando o conteúdo forte do colégio e também com o objetivo de estimular o desenvolvimento de outras habilidades, como afeto, equilíbrio e responsabilidade.

Em meio à área verde da escola, temos uma biblioteca muito bacana, um cantinho confortável onde os alunos podem fazer sua leitura com os amigos; o percurso lúdico, onde a criançada aprende brincando; a quadra e a caixa de areia, para as turmas se exercitarem bastante; a piscina, onde os alunos se refrescam nos dias de muito calor.

Sem contar as salas onde acontecem as aulas de jiu-jitsu, de dança, de artes, de informática e de educação ambiental.

As salas de aula também estão equipadas com um projetor multimídia e Apple TV, tecnologia necessária para que os professores possam utilizar os conteúdos armazenados nos iPads.

Ter um ambiente agradável, dentro ou fora da sala de aula, e preparado para o processo de ensino-aprendizagem é fundamental para que os alunos possam absorver todo o conhecimento por meio das aulas, das atividades, com os iPads ou com os livros. Afinal, o conhecimento deve ser construído em qualquer lugar, certo?

26/07
Aprendendo com o sistema bilíngue

Um exemplo bacana de como é bom aprendermos a falar outro idioma o quanto antes é o Lucas, nosso aluno do maternal.

A mãe dele, a arquiteta Sonia Franco Della Nina, nos contou que o pequeno já incorporou a língua inglesa no seu dia a dia, seja cantando músicas ou falando palavras, e até algumas frases, em inglês.

O Lucas e as turminhas da educação infantil e do fundamental I do Raízes passaram a ter aulas de inglês por meio do sistema bilíngue – que promove uma imersão na língua estrangeira em relação à fala, à escrita e à comunicação – no início deste ano.

Nas aulas, o professor se comunica com os estudantes apenas em inglês, para que eles assimilem de forma natural e espontânea a segunda língua.

A Sonia contou que, para acompanhar o aprendizado do filho, também voltou a estudar inglês. Bacana, não é? Ela também destacou o que está achando das novidades do Raízes, como o uso dos iPads nas aulas.

Como o Lucas está se adaptando ao sistema bilíngue?
Ele não tem dificuldade alguma com o inglês. Acredito que seja porque ele é bem novo, então fica mais fácil incorporar esta segunda língua no dia a dia. Muito do que o Lucas aprendeu no Raízes só neste primeiro semestre ele já fala em casa, vive cantando músicas em inglês. Acho ótimo o sistema bilíngue, pois acredito que ele não vai ter as dificuldades que eu tive quando fui aprender inglês já adulta. Aliás, o fato do idioma estar tão presente no dia a dia fez com que eu voltasse a estudar a língua também.

Qual avaliação você faz dos iPads em sala de aula?
Eu gostei muito desta modernização da escola para acompanhar os avanços na tecnologia e na educação. Os tablets já fazem parte da vida das crianças e dos jovens, já são ferramentas com as quais eles se relacionam, por isso é importante que isso seja inserido no contexto educacional também. O Lucas curte muito as aulas com os iPads e é fundamental que as crianças aprendam a usar o equipamento não só para se divertir, mas também como uma fonte de pesquisa e informação, para a busca e a construção do próprio conhecimento. Na escola, desde pequenos eles vão receber estas orientações, para usar as ferramentas tecnológicas de forma adequada.

O que mais você também curte no Raízes?
O conteúdo eu já gostava, mas gostei também do novo material didático. Ele chama mais a atenção do Lucas, por ser mais colorido, mais alegre, mais moderno. Também acho muito importante a atenção que a equipe dá ao meu filho e está sempre preparada para me receber quando tenho uma dúvida ou preciso de uma orientação. Eu trabalho e preciso dessa segurança de saber que está tudo bem com o Lucas, coisa que aqui no Raízes eu tenho.

25/07
Atitude Renovada para a Matemática

A utilização de ferramentas tecnológicas em sala de aula é apenas um ponto da proposta do Colégio Raízes para melhorar, cada vez mais, o conteúdo forte da escola.

Para contribuir para a formação dos nossos alunos enquanto cidadãos do mundo, devemos acompanhar a evolução da educação e agregar novos processos de aprendizado também, como foi mostrado no Congresso Visão XXUNO, realizado pelos parceiros do Sistema Uno Internacional no mês de abril, em Orlando, e do qual participamos.

Uma das novidades, que será aplicada a partir de 2014, é o programa Atitude Renovada para a Matemática (ARM).

A ideia do ARM é fazer com que os alunos aprendam e usem a matemática para solucionar os problemas da vida, por meio de exercícios, práticas e atividades que auxiliem na concretização do pensamento abstrato e também com um sistema de jogos e desafios que vai permitir aos professores descobrir os pontos fortes e as habilidades dos alunos.

Outro ponto bacana em relação ao ensino de disciplinas da área de exatas, e no qual o Raízes já saiu na frente, é o resultado de um estudo recente da Unesp (Universidade Estadual Paulista).

A pesquisa apontou que, em comparação aos conteúdos trabalhados de forma expositiva em sala de aula, o uso de ferramentas tecnológicas educativas melhora em 32% o rendimento dos alunos em matemática e física.

O Raízes está dando atenção à criação do conhecimento por meio de recursos que ajudam a inovar as aulas, mas sem se esquecer da importância dos processos de aprendizado e do conteúdo, que é fundamental.

24/07
Raízes nos meios digitais

O Colégio Raízes sempre teve a preocupação de buscar coisas novas e evoluir cada vez mais para acompanhar as mudanças, não só da educação, mas também do mundo.

Por isso, antes mesmo da utilização dos iPads em sala de aula, o colégio buscou ferramentas do meio digital para estreitar o relacionamento com pais, alunos e colaboradores e contribuir para a construção do conhecimento também na internet.

Desde 2010, quando o Raízes reformulou seu site, a escola conta com uma página no Facebook e dois blogs – o Raízes da Serra, destinado à educação infantil e ao ensino fundamental, e o blog Ensino Médio, para os alunos da unidade do centro.

Além disso, o colégio também conta com um canal no YouTube, onde são publicados vídeos de atividades realizadas nas unidades e trabalhos dos alunos, e um perfil no Flickr, com fotos que mostram ações, eventos e a rotina dos alunos na escola.

Ao centralizar as informações do colégio nestes canais, passamos a divulgar com mais dinamismo as atividades realizadas com os alunos, aumentamos a interação com nosso público e também reduzimos a quantidade de papel utilizado nos comunicados enviados aos pais.

Por meio destes espaços virtuais, pais, alunos e colaboradores ficam por dentro das notícias, informações, comunicados e tudo o que acontece no colégio.

Outro ponto importante é que a escola passou a participar de um espaço onde cada vez mais os jovens estão presentes: as redes sociais digitais. Nelas, podemos promover ações para interagir com nossos alunos, como as provas virtuais do Decora, ou mesmo o evento de boas-vindas realizado com os alunos do ensino médio no início do ano.

23/07
Certificação Toefl no Raízes

O Colégio Raízes iniciou a implantação do sistema bilíngue em 2013. Neste ano, os alunos da educação infantil e do ensino fundamental I (até o 5º ano) passaram a ter aulas de inglês três vezes por semana.

A partir do próximo ano, serão cinco aulas semanais de inglês para as turmas do infantil e do fundamental I e o sistema bilíngue também será implantado no ensino fundamental II, mas as novidades em relação ao ensino do inglês não param por aí.

A cada final de ciclo – ou seja, no 5º e no 9º ano do fundamental e no 3º ano do ensino médio – os alunos do Raízes farão o Toefl (Test of English as a Foreign Language, ou Teste de Inglês como Língua Estrangeira) para avaliar seu potencial em falar e entender inglês de acordo com o nível de cada turma.

O Toefl é fundamental para quem quer fazer um curso universitário fora do Brasil. Ele indica quanto o estudante domina o inglês em nível acadêmico. Mais de 2.400 instituições de ensino dos Estados Unidos e do Canadá exigem a certificação como requisito de admissão em seus cursos.

O certificado também é aceito em mais de 6 mil instituições de ensino em 180 países e pode ser um diferencial no currículo de profissionais que buscam vagas em multinacionais instaladas no país, em órgãos governamentais, programas de bolsa de estudos a até programas de mestrado e doutorado de algumas universidades brasileiras.

Com o sistema bilíngue e o Toefl, nossos estudantes aprendem desde pequenos e de forma natural um segundo idioma e também enriquecem seus currículos com uma certificação reconhecida internacionalmente, facilitando seu ingresso em estágios, processos seletivos e instituições estrangeiras.

22/07
Lexium e Avalia

Além da capacitação periódica da equipe, avaliações regulares também são muito importantes para que possamos melhorar cada vez mais o ensino do Colégio Raízes.

Isso porque o resultado de uma avaliação ajuda a identificar quais são os pontos fortes do nosso processo de ensino-aprendizagem e o que precisa ser melhorado.

Graças à parceria com o Sistema Uno Internacional, contamos com duas avaliações periódicas. Uma delas já foi realizada em abril com todas as turmas do fundamental: a Lexium.

Esta avaliação faz o Diagnóstico de Per­fil e Potencial de Aprendizagem (DPPA). Uma vez por ano, os alunos respondem a um questionário, que verifica as habilidades de aprendizagem dos estudantes, ou seja, de que forma cada um deles aprende melhor e o que precisa ser desenvolvido.

A Lexium avalia habilidades intelectuais, preferência de aprendizagem, técnicas e hábitos de estudo. Com estas informações, é possível melhorar ainda mais as competências de aprendizagem dos nossos estudantes.

Há também a Avalia, dividida em duas partes e aplicada aos alunos do 5º ao 9º ano do ensino fundamental. Na primeira parte, é feita uma avaliação institucional e, na segunda, um teste de habilidades de leitura e matemática. Esta avaliação será aplicada no segundo semestre.

19/07
Apoio de toda a equipe da escola

Um dos motivos da Cláudia Silva Ciola, mãe do nosso aluno Lucas, do 2º ano, ter escolhido o Colégio Raízes para matricular seu filho foi o espaço verde que a escola oferece, uma vez que as crianças atualmente não costumam ter tanto contato com a natureza no dia a dia.

Tanto é que quando a Cláudia esteve na escola para conversar com o blog, ela levou a sobrinha, que ficou encantada com a área verde da unidade da serra.

Mas a Cláudia também acredita que, além de ter um espaço bacana, é importante a escola acompanhar os avanços na educação e aplicar novas maneiras de ensinar durante as aulas.

Aqui no blog, ela conta o que achou das mudanças que começaram a ser implantadas neste primeiro semestre no Raízes e destaca que foi fundamental o apoio da equipe do colégio para tirar dúvidas e entender todo o processo. Vamos ver?

Qual sua avaliação sobre a mudança de sistema de ensino e as novidades que vieram com ele, como os iPads?
O Lucas foi para o ensino fundamental neste ano e ele sentiu um pouco de dificuldades em relação aos estudos, por isso também tive um pouco de receio das mudanças neste momento para ele. Em relação ao sistema bilíngue, por exemplo, agora ele tem três aulas de inglês por semana, ou seja, a carga de estudos aumentou. Porém, neste primeiro semestre senti que as mudanças são positivas, no sentido em que os alunos estão mais motivados, o material didático é muito bom e as novas ferramentas são usam a linguagem desta geração. Tudo é uma questão de adaptação, o que também ajuda no desenvolvimento e na maturidade do Lucas.

Você teve suporte da escola com relação a dúvidas sobre as mudanças?
O que me tranquilizou foi a confiança que tenho na equipe da escola. Desde que o Lucas estuda aqui, sempre tiver o respaldo da coordenação e dos professores, para tirar dúvidas e também para nos ajudar. É uma troca muito bacana e um dos motivos por ter matriculado meu filho aqui. E o Lucas também é o meu termômetro. Sinto como foi o dia dele na escola no momento em que ele entra no carro, na hora da saída e ele tem mostrado que está gostando das aulas com os iPads e das atividades que a escola realiza.

Por que você escolheu o Raízes para ser a escola do Lucas?
Por conta do espaço, o Raízes resgata momentos importantes que já não fazem parte da rotina da maioria das crianças, como ter contato com a natureza, respeitar os animais, colocar as mãos na terra. Cheguei aqui por conta disso e como fui bem acolhida e, desde o começo, muito bem atendida, não tive dúvidas de que aqui seria o melhor lugar para o Lucas estudar. E além das informações que recebo aqui na escola da equipe, também posso acompanhar os detalhes destas mudanças e o dia a dia da escola nos blogs. Dessa forma, fico mais tranquila em relação ao desenvolvimento do meu filho.

18/07
iPad como ferramenta de ensino

O nosso aluno Thales, do 7º ano, melhorou muito o seu rendimento escolar desde que o Raízes passou a utilizar os iPads em sala de aula, no início deste ano.

Para a professora Rosely Maria de Jesus Campos de Lima, mãe do Thales, esta melhora é resultado não só das novas ferramentas utilizadas pelos alunos na escola, mas também pelo material didático do Sistema Uno Internacional que, segundo ela, foi elaborado de forma que os alunos têm mais facilidade para estudar sozinhos, em qualquer lugar, complementando assim o que foi aprendido em classe.

Em entrevista ao blog sobre o primeiro semestre do Raízes, ela fez uma avaliação sobre as novidades da escola e contou o que mais curte no colégio. Olha só!

Como você avalia as mudanças que foram iniciadas na escola este ano?
Avalio de forma positiva. Eu sempre acompanho e auxilio o Thales nos estudos em casa e notei que, com o material didático do Sistema Uno Internacional, ele tem mais facilidade de estudar fora da escola. As questões, atividades e trabalhos são mais elaborados e levam o aluno a uma reflexão. Tanto que o rendimento do Thales melhorou e ele está com boas notas.

Qual sua opinião a respeito do uso dos iPads na escola?
Esta é uma geração que pede algo diferente na escola, os jovens querem aulas mais interessantes e o tablet é algo que já faz parte da rotina de muitos alunos. Achei que foi uma boa sacada usar o iPad como ferramenta de ensino, primeiro porque os estudantes ficam mais interessados, aprendem ao mesmo tempo em que estão se divertindo com um aplicativo, por exemplo; segundo porque, como na escola o aprendizado com o tablet é direcionado pelo professor, os alunos aprendem que esta ferramenta é mais do que um meio de diversão, que serve também para pesquisa e aprendizado. O Thales tem gostado bastante. Neste primeiro semestre, senti que há uma preocupação grande da escola em aliar esta ferramenta ao conteúdo, que é o mais importante.

Por que você escolheu o Raízes para ser a escola do Thales?
Para mim esta é a escola dos sonhos. O espaço é ótimo para o aprendizado das crianças, há uma série de atividades complementares que também são importantes, tudo é muito organizado. O que também considero fundamental é o acolhimento ao meu filho e a atenção que eu recebo sempre que preciso conversar com a coordenação ou com os professores. Toda a equipe é muito receptiva, está sempre pronta a nos ouvir e a encontrar soluções.