16/12
Lista de materiais 2017

Agora falta pouco para acabar o ano e entrarmos de vez em 2017.

Antes de virar a folhinha temos um último recado para os pais aqui no blog: a lista de materiais para o ano que vem.

Seguem as listas:

Lista de materiais 2017_Raizes-01 Lista de materiais 2017_Raizes-02 Lista de materiais 2017_Raizes-03 Lista de materiais 2017_Raizes-04 Lista de materiais 2017_Raizes-05 Lista de materiais 2017_Raizes-07 Lista de materiais 2017_Raizes-08

Top 30 mais lidos: aproveitando cascas de frutas

Sabe a casca de banana que você joga fora? Ela pode ser transformada em alimento extremamente nutritivo.

Foi este o assunto do 22º texto mais lido da história dos blogs do Raízes.

Aproveitamento das cascas de frutas
(publicado originalmente em 23 de agosto de 2012)

Aproveitar os benefícios nutritivos das cascas das frutas significa menos desperdício na cozinha e uma alimentação mais saudável. A nutricionista do Raízes, Paula Oseki, contou que podemos consumir as cascas de várias maneiras e que elas possuem mais nutrientes do que imaginamos.

Uma pesquisa feita pela Universidade Estadual Paulista em parceria com o Sesi revelou que as cascas das frutas muitas vezes têm mais proteína, cálcio, vitaminas, nutrientes e fibras que as polpas das frutas.

Algumas cascas podem ser consumidas diretamente, como as da pêra, da maçã, da uva e da goiaba. Já as cascas das frutas não consumidas diretamente, como as da banana, da laranja, da manga, da melancia, do melão, do abacaxi e do mamão, podem ser aproveitadas em receitas de bolos, sucos, chás, geleias e doces.

Além de transformar a casca das frutas em alimentos saborosos e nutritivos, é possível usufruir dos benefícios das cascas transformando-as em farinhas, que também são ricas em proteínas, fibras e cálcio.

As farinhas das cascas das frutas são encontradas em lojas de produtos naturais e também podem ser feitas em casa. A Paula explicou que, para isso, basta despejar a casca da fruta escolhida em uma forma e levar ao forno por alguns minutos, até que ela fique desidratada.

Depois, é só esperar ela esfriar e bater no liquidificador. Em seguida, peneire e armazene em um recipiente de vidro bem tampado. O estoque de farinha deve ser renovado a cada mês. “Na próxima matéria no blog, vamos falar mais sobre as farinhas das cascas”.

A Paula contou também que, até o fim de agosto, os alunos vão experimentar um suco surpresa, que será oferecido no lanche do colégio. Humm, de qual sabor será, hein?

15/12
Curtiu?

Foi exatamente este o título do 23º post mais lido da história do blog.

Quando foi publicado, um vírus com informações falsas sobre o Facebook estava invadindo os computadores de muita gente.

Curtiu?
(publicado originalmente em 13 de abril de 2011)

É praticamente impossível não clicar em um link que promete mostrar quem visitou o seu perfil no Facebook, certo? Pois foi exatamente assim que muita gente ajudou a espalhar um vírus dentro da rede social nestes últimos dias.
O aviso chegava dizendo que, se você instalasse aquele aplicativo, conseguiria saber quem deu uma olhada no seu perfil. No entanto, o programa tinha o objetivo de conseguir dados pessoais daqueles que clicaram no link.
Neste caso foi o Facebook, mas outras redes, como Orkut e Twitter, já tiveram ataques parecidos.
Não há uma única forma de se proteger e impedir que consigam informações sigilosas sobre o seu perfil, mas uma boa dica é sempre tomar o máximo de cuidado ao clicar em qualquer link nestas redes. Além disso, mantenha sempre as informações sobre seu perfil atualizadas, sobretudo na área de privacidade.
Assim, é possível diminuir os riscos de ter algum problema com um programa invasor no seu computador.

14/12
Exposição ambiental no Top 30 mais lidos

Uma super exposição ambiental preparada pelos próprios alunos foi o assunto do 24º post mais lido da história dos blogs do Raízes.

Todo mundo soltou a criatividade para criar objetos com materiais reciclados.

Fotos da Exposição Ambiental
(publicado originalmente em 27 de abril de 2012)

A exposição com os trabalhos feitos pelos alunos da Educação Ambiental foi muito bacana. Os pais puderam ver, nesta sexta-feira (27), os brinquedos que os estudantes fizeram, sob a coordenação da prô Jéssica, reutilizando materiais.

Quem quiser rever os trabalhos pode dar uma olhadinha nas fotos que estão no Flickr do Raízes. Os trabalhos ficaram muito legais. Parabéns aos alunos!

13/12
25º texto mais lido da história do blog

O 25º lugar no nosso Top30 mais lidos é para dar fome. O assunto foi uma contribuição do professor do ensino médio sobre como os alimentos chegam à mesa. Boa leitura!

Como os alimentos chegam em nossa mesa?
(publicado originalmente em 2 de março de 2015)

Você já pensou “de onde vêm os alimentos que comemos?”, “como eles chegam até aqui?”.

O professor Rafael, de história, nos mandou essa dica super legal sobre o assunto.

aliemntos

Alguns alimentos industrializados nos dão a informacão por meio dos rótulos. Mas, há muitos anos, não existia a industrialização e nossos antepassados precisavam plantar e caçar para se alimentar, além de consumir o que a natureza oferecia, como frutas, sementes e raízes.

À medida que o tempo foi passando, nossos antepassados viram que onde caía uma semente ou um fruto, nascia uma plantinha. A partir dali, eles observaram que poderiam plantar as sementes e um tempo depois colher os seus frutos.

Atualmente essa prática não é mais comum, e quem vive nas grandes cidades não sabe como os alimentos chegam aos supermercados e feiras. As verduras, legumes e frutas costumam ser cultivados longe de nossas casas em grandes plantações, cujo objetivo é produzir para vender. Assim como também acontece com carnes e grãos.

Para que esses alimentos cheguem efetivamente em nossas mesas, é preciso que a produção passe por carretos. Os caminhões que fazem o transporte costumam rodar o país inteiro, já que cada região do Brasil é forte na produção de um alimento.

12/12
O 26º texto mais lido é de um momento muito importante

O momento não poderia ser mais adequado para o 26º post mais lido da história do blog. ele fala justamente daqueles que estão se formando no 9º ano ou no ensino médio.

Mais uma etapa vencida
(publicado originalmente em 8 de dezembro de 2011)

Muitos de vocês devem ter acordado com um sentimento diferente nesta quinta-feira, certo? Sensação de dever cumprido, de ter completado mais um etapa e cheios de expectativas pelo que está por vir. E isso serve tanto para os pais quanto para os alunos.

A formatura é um momento único na vida de todos, porque é o ritual que marca o fim de um ciclo de aprendizado e é também o primeiro passo para outras conquistas e experiências. Talvez os pais saibam melhor que os filhos, mas daqui a algum tempo todos sentirão falta de algumas coisas e obrigações deste momento.

Tudo bem que dever de casa, provas, trabalhos e as demais responsabilidades nem sempre são tão legais de fazer – e provavelmente vocês, alunos, ainda terão muitas destas atividades pela frente. Depois, quando estiverem fazendo outra coisa, elas também existirão, mas com outras formas. É a tal da responsabilidade que cerca a todos.

O bom disso tudo é que temos a certeza que preparamos vocês para enfrentar e assumir estes compromissos futuros, seja no ensino médio, para quem se formou na 9ª série, ou na faculdade para o pessoal do terceirão. Muita coisa deverá mudar para muitos de vocês a partir de agora. Algumas serão boas, outras talvez nem tanto. Mas, assim como tudo na vida, servirão de aprendizado para os fortalecer e dar experiência e sabedoria para enfrentar tudo da melhor maneira possível.

Esperamos que o Raízes sempre faça parte da vida de vocês e que tenhamos cumprido o nosso papel de ensiná-los – no sentido mais amplo possível do verbo ensinar.

Parabéns e boa sorte nesta nova etapa!!!

09/12
Os jovens dos anos 50, 70 e 90

O assunto do 27º post mais lidos da história dos blogs do Raízes é sobre os jovens das décadas de 50, 70 e 90.

Jovens dos anos 50, 70 e 90
(publicado originalmente em 4 de janeiro de 2012)

Vocês já devem ter ouvido falar sobre babyboomers, geração X e geração Y (ou millennials), certo? Os nomes foram dados para definir o perfil das diferentes gerações e sempre são muito citados para mostrar o comportamento de jovens profissionais.

Mas esses termos não servem só para isso, pois essas características de cada geração também explicam como os jovens se comportam em relação a tudo na vida. Para mostrar as diferenças entre as gerações e como uma influenciou a outra, o blog Ponto Eletrônico fez esse infográfico.

O infográfico foi inspirado no vídeo We All Want to be Young, que também mostra as características dessas três gerações. Olha só:

E aí, vocês conseguem identificar em vocês características da geração Y?

08/12
Projeto carta

Projeto Carta 2016 - unidade da serra

Constantemente falamos sobre a tecnologia e as ferramentas mais modernas que auxiliam no aprendizado.

No entanto, o 6º e 7º ano tiveram uma atividade incrível à moda antiga: escrever cartas!

Durante o segundo semestre, a prô Aline trabalhou o gênero com as turmas do Raízes e também com turmas da escola municipal Victor Salviano, em Suzano.

Cada aluno teve o seu próprio correspondente e todos tiveram a oportunidade de exercitar a língua portuguesa.

Mais importante do que isso: as turmas puderam trocar informações e fazer novos amigos.

Tem fotos do projeto aqui.

28º texto mais lido da história do blog

E seguimos a nossa contagem regressiva dos textos mais lidos da história dos blogs do Raízes.

Hoje é a vez de descobrimos o 28º lugar. Boa leitura!

Coluna Tira-Dúvidas: excursão
(publicado originalmente em 31 de março de 2011)

Nesta semana, a coluna Tira-Dúvidas traz dicas e sugestões de lanches para excursões, aproveitando que na próxima semana os alunos irão para a Cidade do Livro e para a Estação Catavento Cultural e Água na Oca.

A nutricionista do Raízes, Paula Nogueira Oseki, recomenda que evitem refrigerantes e salgadinhos industrializados, comuns em excursões, e que a criança não saia de casa em jejum.

“É importante tomar o café da manhã em casa, para evitar que a criança fique com muita fome antes do primeiro lanche do dia”, comenta.

A nutricionista enviou algumas dicas para a excursão:

– A água é item obrigatório na mochila. Muitas vezes esquecemos de levá-la, correndo o risco de desidratação. Deixe no congelador em casa, para que fique fresca no decorrer do passeio. Se tiver garrafinha térmica, melhor ainda. (O local pode não possuir lanchonete ou os bebedouros podem estar sujos, então é melhor prevenir);

– Suco, a água de coco ou achocolatados também são ótimas opções no lugar do refrigerante. Prefira os de caixinha (não estragam fora da geladeira), pois sucos naturais ficam amargos depois de muito tempo pronto e achocolatados estragam fora da refrigeração. Também deixe no congelador ou use uma garrafa térmica;

– Leve frutas já lavadas e embrulhadas em papel filme e barra de cereal;

– Prefira bolachas doces, salgadas ou bolos para lanchar (cuidado com pão contendo frios, requeijão, maionese e manteiga, e tortas, pois podem estragar fora de refrigeração). Se possuir bolsa ou lancheira térmica, pode colocar itens perecíveis, ou seja, que necessitam de refrigeração como frios, manteiga, requeijão, yakult e outros;

Para as crianças mais novas, da educação infantil, as dicas estão nos dois quadros abaixo. O vermelho, cujos alimentos são proibidos no dia a dia, e o verde, com opções saudáveis.

Dessa forma, os próprios alunos vão identificando aquilo que devem utilizar na alimentação e eles mesmos podem ajudar na preparação do lanche para a excursão.

07/12
Top 30 textos mais lidos: 29º colocação

Assim como o 30º colocado no nosso Top 30 textos mais lidos da história dos blogs do Raízes, o 29º também foi publicado em 2012.

O assunto? Falamos um pouco sobre a importância do maternal na vida das crianças. Veja o texto original abaixo:

Maternal: momento da socialização
(publicado originalmente em 11 de abril de 2012)

No maternal, o ensino é voltado para a socialização: conviver com outras crianças, aprender a dividir, ouvir o amiguinho, esperar a sua vez, manter o ambiente organizado, amar e respeitar o próximo.

“Nos primeiros dias na escola, todas as crianças querem ser as primeiras a falar. Mas, nessa fase os pequenos imitam os adultos e o professor acaba sendo um espelho para eles. As crianças prestam atenção quando apresentamos as normas de convivência e por que é importante respeitá-las”, explicou a prô Cecília, uma das professoras do maternal no Raízes.

O desenvolvimento da coordenação motora e da fala começa no maternal. As atividades sempre são associadas a um tema em comum, com ações da vida prática: colocar o tênis e a roupa ou segurar uma caneca.

“Mostramos, aos poucos, a importância da rotina. Quando eles chegam, guardam a mochila; depois do lanche, escovam os dentes; antes de ir embora, pegam a agenda”, contou a prô
Ana Paula.

Os alunos da sua turma aprenderam conceitos como organização ao observar o céu: o sol estava raiando no céu azulzinho, mas, quando chegasse a hora, ele daria espaço para a lua, pois tudo tem o seu momento e cada momento é importante.

Na natureza, os alunos do maternal também podem aprender mais sobre cores, formas e sons. Ao abordar o conceito de cooperação – que este ano está sendo trabalhado por toda a escola, pois 2012 foi eleito o Ano das Cooperativas pela Unesco – a prô Cecília levou seus alunos para o parque em busca de formiguinhas.

Os alunos observaram como elas trabalham unidas para o bom funcionamento do formigueiro. Graças a isso, elas reconheceram cores e formas nas plantas e os barulhos dos animais.

Observar e alimentar os animais da fazendinha faz com que os pequenos criem laços afetivos e se atentem aos cuidados que todas as pessoas e animais precisam.

Semana que vem, vamos mostrar como funciona o aprendizado para os alunos dos jardins I e II.