27/11
Contemplando a Natureza

01 (3)Para aprimorar a percepção visual, concentração e memória dos alunos do 2º ano, a prô propôs um contato mais íntimo com a natureza.

Essa percepção natural traz muitos benefícios como a calma, a paciência, o respeito, a concentração, curiosidade, independência, além de poder respirar o ar puro e muito mais.

Primeiramente os alunos observaram o Meio Ambiente, todos os seres vivos e não vivos,passearam pela nossa fazendinha e alimentaram os animais.

Divididos em dois grupos finalizaram elaborando um cartaz da fazendinha e tiveram que usar a memória e a percepção do meio para desenhar e identificar o espaço da fazendinha.

Você pode conferir aqui mais fotos deste passeio!

06/11
Experimento com o disco de Newton

4º ANO (1) 4º ANO (2)Newton comprovou que a luz branca é proveniente da soma dos espectros luminosos. A partir daí que surgiu o disco de Newton.

O disco de Newton contém as cores do arco-íris e girando-o compõe-se a luz branca. O fenômeno do arco-íris se dá pela decomposição da luz branca do Sol, que ocorre quando esta incide sobre gotículas de chuva na atmosfera.

Cada aluno construiu seu disco, pintando-o com as cores do arco-íris, foi realizado um furo no centro do círculo e acrescentando um lápis com o intuito de girá-lo velozmente, observando assim o aparecimento da cor branca.

Além de aprender ciências de um modo bem divertido, os alunos do 4º ano associaram o experimento com a luz branca.

19/09
A Célula

8º ano 04

Para compreender melhor o funcionamento das células e suas respectivas organelas os alunos do 8º ano confeccionaram e apresentaram diversos tipos de células.

Durante a apresentação, muitas descobertas foram feitas e todos arrasaram na criatividade na confecção das maquetes como também nas apresentações.

6º ano (7)E os alunos do 6º ano arrasaram na execução e criação dos seus Diários de Bordo do Conhecimento.

O objetivo era que cada aluno confeccionasse seus livros de estudo manualmente. O desafio era registrar informações pré-estabelecidas, mas a criatividade era por conta de cada imaginação.

No livro foram registradas diversas informações como, ciclo da água e dos nutrientes, tratamento da água, distribuição da água no planeta e muito mais.

Todos os trabalhos ficaram incríveis e repletos de criatividade. Veja aqui!

30/05
Sistema Solar e Movimentos da Terra

CIÊNCIAS (2) CIÊNCIAS (3)Para compreender melhor as características e dimensões dos planetas do Sistema Solar os alunos do 6º ano desenvolveram lindos esquemas, onde o desafio era que além dos planetas do Sistema Solar deveriam representar a maior quantidade de astros que conseguissem.

Tiveram como resultado lindos trabalhos feitos com muito capricho.

E para se prepararem para a 21ª Olimpíada Brasileira de Astronomia os alunos do 8º ano observaram na prática os movimentos da Terra, sua posição em relação ao Sol e as estações do ano.

Durante a aula os alunos iam respondendo perguntas e dinamizando as respostas.

Confira aqui como foram as aulas!

25/04
Chorando com a cebola

QJIL7465 UDKO7007Quem nunca chorou cortando cebola?

Você sabe por que isso acontece?

Foi atrás desta resposta que os alunos do 2º ano foram, e puderam entender por que choramos ao cortar uma cebola.

A química está envolvida desde o cheiro até a reação que provoca em nossos olhos, a cebola possui várias substâncias químicas que estimulam nosso olfato, paladar e visão.

Por isso, as terminações nervosas do nariz se comunicam instantaneamente com as glândulas lacrimais, provocando grande quantidade de lágrimas em defesa contra o gás que as cebolas liberam, formado principalmente pelo enxofre.

Esse gás acaba irritando nossos olhos e as lágrimas têm como função livrar os olhos do ácido formado pelos compostos da cebola.

Você sabia?

Que colocar a cebola na geladeira diminui a ação da sua química, e por isso, pode ser uma forma de reduzir a liberação das substâncias que causam lacrimejamento.

10/04
Despertando os sentidos

5º ANO (3)Você consegue enxergar com as mãos?

Para falar sobre o sistema neurológico com os órgão de sentido, a prô do 5º ano desenvolveu uma atividade de apuração de sentidos.

O objetivo da atividade era  aprimorar os outros sentidos, de modo que os alunos pudessem perceber as coisas sem usar a visão.

Ao vendar os olhos, as crianças tiveram que descobrir  os objetos ao pegá-los, ouvir a voz ou tocar em alguém para descobrir quem é e ainda sentir o cheiro de alguns produtos.

Com isso os alunos puderam deixar os sentidos como audição, tato e olfato mais sensíveis as percepções, já que não estavam enxergando nada.

Para conferir como foi essa aula sem usar a visão clique aqui

21/03
Sistema Solar

IMG-20180302-WA0018Para compreender melhor os movimentos dos astros o 6º ano realizou uma atividade onde os alunos deveriam se comportar como os Planetas, Estrelas e Satélites do nosso Sistema Solar.

A partir da brincadeira todos conseguiram entender melhor as características de cada astro e seus movimentos além é claro de se divertirem.

Que tal ser um planeta?IMG-20180302-WA0007E para que os alunos do 7º ano compreendessem melhor as relações entre os seres vivos, eles desenvolveram várias Teias Alimentares.

Durante o processo de construção os alunos iam debatendo e identificando os elos da cadeia alimentar, seus níveis de energia e a relação entre os seres que a compunham.

Dessa forma foi possível entender como o fluxo de energia é transferido de um ser  vivo a outro.

Vivenciar e aprender, uma maneira divertida de adquirir conhecimento.

Veja fotos

22/01
9º Lugar-Experiência química

Em 9º Lugar podemos conferir uma experiência química feita com alunos do 9º ano, onde com materiais bem comuns aprenderam a fazer uma cola super divertida.experimento quimicoA professora de Química, deu uma aula investigativa muito bacana para o 9º ano. Por meio de um experimento com leite, ela propôs um exercício para que os alunos pudessem refletir de forma crítica e avaliar possíveis explicações para a experiência.

Foram utilizados na experiência leite, vinagre de limão e bicarbonato de sódio. A principal proteína do leite é a caseína, um polímero natural usado para a fabricação de adesivos à base de água. Vocês sabiam que a cola de caseína foi usada na Primeira Guerra Mundial para a construção de aviões com estrutura de madeira?

Quando adicionado bicarbonato de sódio à proteína, é formado o caseinato de sódio, que tem propriedades adesivas, além de eliminar resíduos do ácido. O resultado da experiência proposta pela professora foi justamente uma cola muito eficaz para colar papel.

Vocês podem ver os procedimentos da experiência, o material utilizado e outras informações clicando aqui. Já as fotos do experimento estão no Flickr do Raízes.

19/01
10º Lugar-Experimentos Químicos

Em 10º Lugar vamos rever os preparativos dos alunos para a Feira de Ciências. Evento o qual conta com a participação de todos os alunos com experiências incríveis.

feira de ciencia 1A Feira de Ciências do Colégio Raízes se aproxima e estamos muito ansiosos para mostrar o trabalho dos alunos, até porque, na últimas semanas eles se empenharam bastante nos projetos que serão apresentados.

A turma do 3º ano A, da prô Marluce, vai apresentar um trabalho muito bacana sobre as etapas de crescimento de uma planta. Já os alunos do Jardim A, da prô Meliana, fizeram um experimento muito colorido. E isso é só uma mostra do que vai rolar.feira de ciencias 2Para as turminhas da educação infantil e do 1º e 2º ano do fundamental, teremos visitas monitoradas. Por isso, pedimos que os papais e mamães de estudantes dessas turmas venham no horário determinado.

Os alunos da educação infantil ao 5º ano terão entrada e saída da escola no horário normal. E quem tiver alguma dúvida pode deixar um recadinho aqui no blog.

15/01
12º Lugar- As relações entre os seres vivos

Em 12º lugar, vamos rever sobre as relações entre os seres vivos, a turma fez uma experiência super divertida.

Para compreender que o tamanho das populações de seres vivos depende de diversos fatores, a galera do 7º ano participou do Jogo das Populações.

seres vivosO objetivo era estudar as variações do tamanho de uma população de quatis durante algumas gerações.

Primeiro os grupos analisaram as cadeias alimentares que se interligavam dentro das variações. Depois, cada grupo aleatoriamente tirou de um monte um cartão fator.

Todos os grupos analisaram juntos o tipo da variação do cartão fator (prescrito em uma tabela com 16 fatores ao todo) e chegaram a uma conclusão, se era um fator de aumento ou diminuição do número de animais de uma população e o porquê.

No final os alunos analisaram a quantidade de quatis que ainda existia em cada população (cada grupo) e concluíram se havia ocorrido equilíbrio ou não.

A partir das análises, os alunos chegaram à conclusão que realmente o tamanho de uma população depende de diversos fatores positivos ou negativos para determinar o seu tamanho no decorrer de determinado tempo.

Bacana, não é? As fotos da atividade estão no Flickr do Raízes e podem ser vistas neste link aqui.