11/05
21ª OLIMPÍADA BRASILEIRA DE ASTRONOMIA E ASTRONÁUTICA

oba

OBA – 2018

O que é a OBA?

A OBA tem por objetivos fomentar o interesse dos jovens pela Astronomia, Astronáutica e ciências afins, promover a difusão dos conhecimentos básicos de uma forma lúdica e cooperativa, mobilizando num mutirão nacional, além dos próprios alunos, seus professores, coordenadores pedagógicos, diretores, pais e escolas, planetários, observatórios municipais e particulares, espaços, centros e museus de ciência, associações e clubes de Astronomia, astrônomos profissionais e amadores, e instituições voltadas às atividades aeroespaciais.

A OBA é realizada anualmente pela Sociedade Astronômica Brasileira (SAB) em parceria com a Agência Espacial Brasileira (AEB) entre alunos de todos os anos do ensino fundamental e médio em todo território nacional.

A 21ª OBA será realizada na sexta-feira, 18/05/18, no horário normal de aula, e todos os alunos irão participar, do 1º ano do Ensino Fundamental ao Ensino Médio.

Lembramos que essa data é oficial e NÃO haverá SEGUNDA CHAMADA para quem perder a prova.

Portanto, fiquem atentos para não faltar neste dia!

24/01
Volta às aulas

As férias ainda não acabaram, mas agora falta pouco. Sabemos que está todo mundo descansando e aproveitando os dias de folga, por isso, não custa nada fazermos um lembrete:

As aulas voltam na próxima segunda-feira, dia 30, ok?

O retorno é para todas as turmas, incluindo o fulltime.

Nossa equipe já está pronta e ansiosa para recebê-los de volta.

Aproveitem a última semana de férias!!!

22/11
Corrida das palavras

Corrida das palavras

Quem disse que para aprender um pouco mais sobre a Língua Portuguesa é necessário estar dentro da sala de aula? O 2º ano aprendeu, e muito, sobre português em uma aula na quadra poliesportiva.

A atividade foi a corrida das palavras. A turma foi dividida em dois grupos e cada um tinha de organizar as letras em ordem alfabética. As equipes também tiveram de formar três palavras e, levava a melhor, quem terminasse primeiro.

O mais importante nem foi a competição em si, mas sim a maneira lúdica que a prô Elen conseguiu encontrar para ensinar um pouco de português para a turma.

Para ver as fotos da aula, clique aqui.

11/11
Cabo de guerra e pula corda na aula de Física

DSCN7090

Colocando a Física em prática, o 9º ano teve de mostrar muita força no cabo de guerra e habilidade para pular corda. A prô Lídia preparou uma aula cujo tema foi “Forças e Trabalho” e nada melhor do que se divertir enquanto aprende.

No cabo de guerra cada time deveria tentar aplicar uma intensidade de força maior que a do adversário. Muitas surpresas aconteceram durante a disputa, colegas surpreendendo nas suas capacidades, meninas ganhando de meninos (eles disseram que deixaram para elas não ficarem tristes), meninos ganhando de meninas, enfim, foram muitas as disputas, tentando analisar as capacidades de todas as formas.

Depois das disputas e já que a corda estava na mão, nos últimos cinco minutos deu até tempo para relembrar a infância pulando corda. E mais uma surpresa nas habilidades.

Com essas atividades todos puderam aprender que força é toda ação exercida sobre um corpo, capaz de mudar seu estado de movimento ou de repouso ou capaz de produzir deformações nesse corpo.

Para ver as fotos da aula clique aqui.

05/11
Sal: uma questão de saúde!

A nutricionista do Raízes, Paula Nogueira Oseki, enviou um texto muito interessante sobre o consumo de sal.

O brasileiro consome tanto sódio que virou uma questão de saúde pública. Este excesso pode causar doenças como lesão dos vasos sanguíneos, aumento do risco de infarto, AVC, insuficiência cardíaca e doença renal crônica.

Com o objetivo de reduzir o índice de doenças crônicas, o Ministério da Saúde e a Associação das Indústrias da Alimentação firmaram um compromisso para tentar reduzir a quantidade de sódio nos alimentos industrializados. A redução é gradual, porque a indústria precisa se preparar e as pessoas se acostumarem.

A recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS) é de que a quantidade diária ingerida não ultrapasse 5 gramas (o equivalente a 2,4 gramas de sódio). Estudos já constataram que o brasileiro consome o dobro. Neste montante está incluído o sal de cozinha e os alimentos industrializados. Exemplos: salgadinhos de pacote, temperos prontos, sucos em pó, sopas em pó, refrigerantes, congelados como pizza, hambúrguer, lasanha e outros.

A orientação é reduzir o consumo destes alimentos no dia a dia. Uma dica é usar temperos caseiros no preparo da refeição, como alho, cebola, limão e ervas naturais frescas ou desidratadas (orégano, manjericão, alecrim, salsinha, cebolinha, coentro e cominho). Também é importante escolher sucos naturais ou polpas congeladas de frutas ao invés de refrigerantes e sucos artificiais. Para o lanche dos nossos alunos, a sugestão é escolher os sucos engarrafados sem conservantes, corantes e açúcar ou observar os rótulos, pois hoje encontramos algumas opções saudáveis e práticas para lancheira.

Algumas opções disponíveis nos principais mercados: Suco do Bem (caixinha), Aurora (garrafa vidro), Campo Largo (garrafa de vidro), Aliança (garrafa de vidro), Green Day (caixinha), Yakult (caixinha – maçã), Juxx (caixinha).

Controlar o sal de adição, ou seja, o sal que colocamos nas refeições é importante. Hoje, quanto menos, melhor!

Conheça os tipos de sal

Sal Rosa do Himalaia

Tem até 60% menos sódio do que o sal convencional e é rosa devido ao elevado índice de minerais. O rosa é colhido manualmente e não passa por nenhum processo de industrialização, ou seja, é natural.

Ele é fonte natural de cálcio, magnésio, potássio, cobre e ferro, entre outros, e ajuda a reduzir os sinais de envelhecimento, a prevenir cãibras, auxilia na regulação do sono e na saúde vascular.

Sal de ervas

A mistura é simples e acumula os efeitos benéficos das plantas que podem variar de acordo com a preferência de cada um. A receita básica inclui: sal, orégano, salsa e manjericão. Essas ervas têm poder antioxidante e propriedades anti-inflamatórias, antibacterianas e digestivas. Quem quiser variar, pode usar sálvia, alecrim, tomilho, ou outras.

Todos os alunos levaram uma amostra do sal de ervas, que pode ser usado em saladas ou para temperar frango, carnes, peixes.

Anote a receita:
Você irá precisar de sal (usamos o light), orégano, salsa e manjericão (todas as ervas desidratadas, aquelas de pacotinho mesmo).

Pegue uma medida (pode ser um copinho de café) e separe porções iguais dos ingredientes.

Agora é só bater no liquidificador e armazenar em recipiente fechado.

Sal marinho

O sal marinho é o que resulta da evaporação da água do mar. Como não passa pelo processo de refinamento do sal de cozinha comum, ele tem mais minerais.

Apesar disso ele não deixa de ser sal e, sendo assim, também deve ser consumido com moderação.

Enquanto ainda é uma escolha melhor do que o sal de cozinha ou mesa, o sal marinho está se tornando cada vez mais processado e admitamos, nossos oceanos estão se tornando cada vez mais poluídos a cada ano. Apenas pense sobre os enormes vazamentos de óleos que ocorreram. Devido às condições originais de que o sal rosa é mantido, diz-se ser o mais puro disponível hoje.

Flor de sal

É o nome que se dá aos primeiros cristais de sal que se formam e permanecem na superfície das salinas. Esta operação manual retira apenas uma finíssima película de cristais de sal que se forma na superfície da água das salinas e nunca toca o fundo. Por não passar por processo industrial, é fonte natural de minerais.

A flor do sal marinho é composta por pequenos cristais brancos e quebradiços, com um suave perfume que revela o sabor dos alimentos, sendo muito usado pelos chefs de cozinha na finalização dos pratos, pois não pode ser levado ao fogo (para não perder sua textura crocante).

Salgante

Um ingrediente que serve para salgar os alimentos, mas não é sal. O produto em questão é o salgante, vendido há mais de dez anos nos Estados Unidos e livre de sódio na composição.

Aprovado no país pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) em março deste ano, o ingrediente é formado principalmente de potássio. A ingestão em excesso do potássio é perigoso para pessoas com problemas no rim, uma vez que o órgão não consegue eliminar o excedente do mineral pela urina.

Sal de mesa

Processado industrialmente, é branqueado, limpo com produtos químicos e, em seguida, aquecido à temperaturas extremamente altas. O iodo que é adicionado é quase sempre sintético, que é difícil para o corpo absorver. Depois ele é tratado com agentes anti-aglomerantes, impedindo que o sal se dissolva no depósito.

Sal grosso
É praticamente a uma versão um pouco menos refinada do sal comum. Normalmente usada para churrascos.

Não é necessariamente o sal que não é saudável, e sim seu processo de refinamento. Afora isso, muitos de nós consumimos comidas processadas e estes alimentos contêm quantidades astronômicas de sal, e não do tipo bom. Não se trata de limitar o nosso consumo de sal, e sim consumir mais alimentos naturais, caseiros e integrais. Desta forma, optamos por qualidade.

11/08
Parabéns a todos os estudantes

O estudo é muito importante na vida das pessoas, pois é com ele aprendemos tudo. Por isso o dia 11 de agosto, Dia do Estudante, tem de ser muito comemorado por todos.

Para quem não sabe, o Dia do Estudante tem um motivo importante na educação do País, porque neste dia foram criados os dois primeiros cursos de nível superior: ciências jurídicas e ciências sociais, por Dom Pedro I, no século XIX.

Toda a equipe do Raízes agradece a confiança pela oportunidade de participarmos do aprendizado de todas as turmas.

Parabenizamos todos os alunos pela dedicação e que vocês continuem tendo cada vez mais sede de conhecimento.

19/06
Horários das apresentações na festa junina

Para você que está com dúvidas ou esqueceu a hora da apresentação na festa junina, fizemos um cronograma com todos os horários e as turmas que irão dançar a quadrilha neste sábado.

Veja abaixo e boa festa!

11/06
Garanta já o seu convite para a festa junina do Raízes!

Separe o seu chapéu de palha e a bota e vamos festejar, porque está chegando mais uma festa junina do Raízes.

O arraiá será no dia 20, a partir das 14 horas.

Os convites do nosso arraial já estão à venda por R$ 5 até o dia 18. Não deixe para comprar na última hora, pois a partir do dia 19 e no dia da festa, o valor será R$ 10.

Todos que quiserem participar precisam comprar os convites, inclusive os alunos.

10/03
Caixa Mágica: diversão e aprendizado

A prô Ana Cristina, de português, teve uma ideia muito bacana para trabalhar o conteúdo da aula de forma simples e divertida. Ela usou uma caixa mágica com várias perguntas para as turminhas do 2º A e B responderem, criando uma brincadeira para facilitar o aprendizado do conteúdo.

Este tipo de atividade lúdica aumenta ainda mais o entusiasmo e a vontade de aprender dos pequenos.

Querem ver como foi? Então é só ir até o Flickr do Raízes, e dar uma olhadinha nas imagens.