30/01
LISTA DE LIVROS PARADIDÁTICOS 2019

Já está disponível a Lista de Livros Paradidáticos 2019. Vamos conferir?

“Dupla delícia.

O livro traz a vantagem de a gente poder estar só e ao mesmo tempo acompanhado.”

Mario QuintanaLivros 2019_F1_Raizes-01

Livros 2019_F1_Raizes-02 Livros 2019_F1_Raizes-03 Livros 2019_F1_Raizes-04 Livros 2019_F1_Raizes-05 Livros 2019_F1_Raizes-06 Livros 2019_F1_Raizes-08

08/11
Poetizando com William Shakespeare

IMG_9691William Shakespeare (1564-1616) foi um dramaturgo e poeta inglês. Autor de tragédias famosas como “Hamlet”, “Otelo”, “Macbeth” e “Romeu e Julieta”. É considerado um dos maiores escritores de todos os tempos.

Pensando nesse romancista e dramaturgo muito famoso, a professora de Literatura, desenvolveu um projeto com os alunos do 6º ao 9º ano, o qual puderam conhecer mais de perto suas obras, tal como analisar seu aprofundamento com o amor, as tragédias e dramas envolvidos em suas histórias.

Os alunos, fizeram pesquisas sobre o autor e sobre alguma obra famosa, fizeram rodas de leitura compartilhada e discutiram sobre os temas abordados. E para concluir a pesquisa, eles montaram um monumento Shakespeariano, que representasse a obra pesquisada.

O projeto teve como objetivo incentivar a leitura e compartilhar suas impressões sobre um autor de múltiplas facetas.IMG_9820

Confira as fotos aqui!

30/08
Criando Poesia Dadaísta

IMG_9263

Os alunos do 8º ano na aula de literatura romperam o conceito tradicional de poesia conhecendo uma corrente importante para o Brasil que foi o Dadaísmo.

Dadaísmo é uma vanguarda artística moderna que surgiu com o objetivo de romper com os estilos clássicos e tradicionais, agindo de modo “anárquico” e “irracional”.

Neste caso, os textos eram compostos a partir da desorganização das palavras, da agressividade verbal, da banalização das rimas, incoerência, e a falta de lógica e raciocínio tradicional.

Os poemas dadaístas, por exemplo, eram escritos sem uma reflexão prévia do seu conteúdo, utilizando apenas uma disposição de palavras aleatórias, que eram escritas conforme o autor as pensava.

Com base neste conceito, os alunos em pequenos grupos, criaram seus próprios poemas dadaísta, utilizando da sua criatividade e materiais simples como feijão, macarrão, canetinhas, cola e cartolina, colocaram a mão na massa e fizeram excelentes trabalhos.

Podemos conferir todas as fotos clicando aqui