04/08
Jogo da Queimada

A Prô Lissandra propôs  na aula, conhecer diversas formas de jogar a queimada e verificar como as regras são necessárias e fáceis de serem adaptadas em cada situação. 

IMG_9006Este jogo é bastante difundido na cultura escolar de grande parte das escolas,jogando o aluno desenvolve seus pensamentos, movimentos, cria estratégias, resolve situações problemas o que gera mecanismos de socialização .

O jogo de queimada também pode ser conhecido por outras denominações, como: Barra Bola; Bola Queimada; Cemitério; Mata-mata; Mata-soldado; Queimado; Caçador no estado do Paraná e Rio Grande do Sul; Carimba no estado do Ceará; Baleado no estado da Bahia.

IMG_9007A brincadeira do jogo de queimada não existe número estabelecido de participantes, as regras não são muito rígidas, porém o objetivo é o mesmo: Eliminar a equipe oposta.

03/04
Jogos cooperativos

IMG-20170323-WA0022

Quem disse que a aula de Educação Física não pode ser usada para estimular a cooperação entre todos os alunos?

Foi justamente isso que a professora Andreza promoveu com o Jogos Cooperativos. A ideia foi basicamente deixar a competição de lado e dar mais atenção à cooperação.

A atividade propôs que os alunos deixassem de jogar uns contra os outros para jogar com o outro.

O interessante é que todo mundo entrou no clima e aula foi super divertida.

IMG-20170323-WA0001

14/09
Turmas fazem aula de circuito

img_20160822_143910228_hdr

Vocês sabem o que é uma aula de circuito? As turmas do 1º ao 3º ano descobriram na prática com a professora Andreza, de educação física.

Todo mundo teve de suar a camisa para completar o circuito, que altera exercícios aeróbios e localizados. O principal objetivo da atividade é manter os batimentos cardíacos num nível de intensidade aeróbia.

Além de fortalecer e tonificar a musculatura, o circuito proporciona um alto gasto energético, ajuda a melhorar o condicionamento cardiorrespiratório e acelera o gasto calórico.

img_20160822_143925616_hdr

 

16/09
Circuito avalia a força dos alunos

IMG_8349

Quem acha que é forte teve de testar os próprios limites na aula de educação física com a professora Andreza. Todas as turmas participaram de um circuito de força e resistência para avaliar como estão os músculos dos membros superiores e inferiores.

Rolou de tudo um pouco: flexões de braços, abdominais, jogos e mais um monte de coisa.

O bacana é que, além de avaliar a condição física dos alunos, a aula ajudou no aumento da força, da resistência muscular, no desempenho esportivo e na autoestima.