30/07
Nanotecnologia e a química

nanoPara esse finalzinho de férias, temos uma dica de química: A relação da nanotecnologia e a química.

A nanotecnologia é a engenharia das coisas extremamente pequenas, que visa a concepção, construção e manipulação de sistemas cujas unidades fundamentais têm dimensões da ordem de 1 a 100 nanômetro. Um nanômetro (nm) é igual a 10-9 m, ou seja, cerca de 100 000 vezes mais pequeno do que a espessura de um cabelo (0,1 mm) e cerca de dez vezes o tamanho de um átomo de hidrogênio (0,1 nm).

A nanotecnologia é atualmente uma área interdisciplinar cobrindo diversos tópicos e com aplicações em muitos domínios, tais como os produtos de consumo (roupas, alimentos, cosméticos), o ambiente, a energia, a eletrônica e a medicina.

As potenciais aplicações futuras são imensas, desde  células a materiais mais leves que o aço mas dez vezes mais resistentes.

Confira aqui um vídeo para entender melhor essa relação: Nanotecnologia e a química

09/05
Teste Vocacional e Visita Monitorada

WhatsApp Image 2018-05-08 at 09.13.05IMG-20180111-WA0028Com o objetivo de fornecer subsídios aos nossos alunos na importante tarefa de optar por uma carreira profissional, o Colégio Raízes promoveu para as  turmas do Ensino Médio um Teste Vocacional e uma Visita Monitorada à uma faculdade da região.

A participação no teste vocacional, realizado na escola, auxiliou na identificação dos interesses e aptidões a fim de indicar possíveis áreas de atuação. 

E nessa terça-feira (08/05), acompanhados dos professores, os alunos participaram da visita monitorada ao Centro Universitário Brás Cubas, e passaram por diversas áreas: biologia, laboratórios técnicos e jurídicos, engenharia, biblioteca e ao longo da visita realizaram algumas experiências.

Na área de Biologia os alunos visitaram o setor de anatomia, conhecendo um pouco mais sobre ossos e órgãos. Conheceram a biblioteca do campus e a área de engenharia na qual participaram de experiências em  5 dos 15 laboratórios que a faculdade tem. Visitaram também o prédio de odontologia, onde há atendimento à comunidade e o laboratório jurídico, local onde são realizadas audiências reais de reconciliação.

Com esse suporte os alunos poderão decidir com cautela o que cursar na Universidade.

Veja aqui mais fotos sobre essa visita!

05/05
Descubra o que é o poomsae com a Jessica, do 1º ano

IMG-20170427-WA0001

A Jessica Hitomi, do 1º ano, pratica uma modalidade que muita gente não faz ideia do que é: o poomsae. Descubra um pouco mais sobre isso na entrevista abaixo:

Colégio Raízes: Você pode explicar o que é a modalidade?
Jessica Hitomi: É uma modalidade, ligada ao taekwondo, que consiste em uma série de movimentos de defesa e ataque. Cada faixa tem o seu movimento específico.

Colégio Raízes: Como começou a praticar?
Jessica: Foi o próprio professor de taekwondo que indicou.

Colégio Raízes: Há quanto tempo você pratica o poomsae?
Jessica: Comecei há seis anos.

Colégio Raízes: O que você mais gosta na modalidade?
Jessica: Gosto muito de poder competir e ver o quão bom as pessoas fazem esses movimentos.

Colégio Raízes: Como é a preparação para as competições?
Jessica: O maior foco dos meus treinos é a elasticidade.

Colégio Raízes: O que é mais difícil nos treinos e o que você mais gosta?
Jessica: O alongamento de flexibilidade é complicado, e é bem difícil manter chutes altos no ar. O que mais gosto nos treinos é poder ensinar outras pessoas.

Colégio Raízes: No que o poomsae ajuda no dia a dia?
Jessica: Principalmente na postura e na disciplina.

Colégio Raízes: Qual dica você dá para quem quer começar a praticar?
Jessica: Precisa ter força de vontade e perseverança, pois a caminhada para poder se tornar um faixa preta é longa.

07/04
Thais e Leandro falam sobre tênis

2017-04-05-PHOTO-00000150

Hoje é o dia da Thaís, do 3º ano, e do Leandro, do 2º ano, falarem um pouco sobre como é jogar tênis. Veja a entrevista abaixo:

Colégio Raízes: Como se interessaram pelo tênis?
Thais: Minha me colocou em aulas de vários esportes, mas o tênis foi o que mais gostei.
Leandro: Eu já jogava, no entanto, conforme fui ficando mais velho comecei a treinar de verdade. Com isso, participei de torneios e ganhei jogos, o que acabou me motivando bastante.

Colégio Raízes: Como foi o começo?
Thais: Foi bem tranquilo, porque começou como uma brincadeira, mas daí o interesse foi aumentando cada vez mais.
Leandro: No início era apenas um hobby. Eu jogava basicamente porque meus primos já praticavam.

Colégio Raízes: Quais foram os resultados e benefícios conquistados desde quando começaram a jogar?
Thais: Nos últimos anos tenho me dedicado muito e, graças a isso, venho subindo constantemente no ranking da Federação Paulista de Tênis.
Leandro: Os principais resultados são as vitórias, sobretudo porque ultimamente tenho me dedicado muito aos treinos.

Colégio Raízes: Como é o dia a dia de treinos?
Thais: Eu treino quatro vezes por semana, em média duas horas de quadra e mais uma hora de treinamento físico.
Leandro: São pesados e cansativos, porque fico duas horas na quadra, uma hora de físico e mais uma hora de academia. Atualmente faço isso quatro vezes por semana.

Colégio Raízes: Vocês têm algum cuidado especial com a alimentação?
Thais: Minha alimentação é bastante variada. Não tenho uma dieta especial, mas procure comer alimentos saudáveis.
Leandro: Tento evitar refrigerante e doces durante a semana. É importante controlar o que estamos comendo para não ficar muito pesado na quadra.

Tênis

Colégio Raízes: O que o tênis mudou na vida de vocês?
Thais: Ele já faz parte da minha rotina, por isso não me imagino fazendo outra coisa.
Leandro: Mudou minha saúde e, treinando semanalmente, consigo me manter mais saudável.

Colégio Raízes: Há quanto tempo jogam tênis?
Thais: Eu comecei bem pequena, no entanto, os treinos mais sérios há três anos.
Leandro: Tenho praticado há três anos.

Colégio Raízes: Vocês pretendem seguir a carreira de atletas?
Thais: Minha vontade é jogar tênis universitário em alguma universidade dos Estados Unidos.
Leandro: Gostaria de estudar fora do Brasil e ganhar uma bolsa para jogar tênis universitário.

Colégio Raizes: Quais são as dicas para quem está começando ou quer começar?
Thais: O mais importante é gostar do esporte. Não importa se está perdendo ou ganhando, só não pode desistir.
Leandro: Todo começo é difícil, portanto, não desanime nunca. E o principal: divirta-se jogando!

10/03
Conheça nosso aluno mais radical

fernando (2)

Tem um aluno do 2º ano que é bastante radical e pratica motocross.

Vocês sabem quem é? Descubra na entrevista abaixo:

Blog do Raízes: Como começou a praticar?
Fernando: Eu comecei a partir de uma brincadeira com meu irmão.

Blog do Raízes: O que mais gosta no esporte?
Fernando: De ser um esporte radical, com vários desafios diferentes.

Blog do Raízes: É muito difícil? Não tem medo?
Fernando: Bom, depende do lugar, mas para mim não é tão difícil. Em lugares novos, com mais obstáculos, fica mais difícil e daí dá um pouco de medo.

Blog do Raízes: Quais são os acessórios necessários?
Fernando: Têm vários: capacete, bota, luva, colete, óculos, cotoveleiras e joelheiras.

Blog do Raízes: É muito perigoso? Já se machucou seriamente?
Fernando: Sim, é muito perigoso. Nunca tive nada muito sério, no máximo alguns ralados.

Blog do Raízes: Faz algum tipo de preparo (musculação, dieta . . .) para o esporte?
Fernando: Tento manter a forma correndo.

Blog do Raízes: No que a prática ajuda no dia a dia?
Fernando: Ajuda na saúde mental e física, pois é um esporte que eu gosto muito.

Blog do Raízes: Qual é a dica que dá para quem tem vontade de começar?
Fernando: Praticar o máximo possível.

Blog do Raízes: Pretende seguir carreira nessa área?
Fernando: Sim, pretendo, mas para ser um bom piloto tem que ser bem dedicado.

IMG-20170306-WA0005

11/11
Desenvolvendo games

Já tem algum tempo que jogos digitais deixaram de ser apenas um passatempo. Tem muita gente trabalhando – e ganhando bastante dinheiro – com isso, seja no desenvolvimento de games ou jogando profissionalmente.

Vocês sabiam que criar e programar jogos pode ser uma ótima opção de carreira? O curso Jogos Digitais é exatamente para quem quer seguir esta profissão.

Os alunos aprendem tanto a parte estratégica do jogo quanto a programação e o desenvolvimento em si, seja em 2D ou 3D, ou até mesmo a moldar personagens de realidade virtual.

As disciplinas do curso dividem-se exatamente nestes dois aspectos: técnica, com os programas necessários para a criação dos jogos, e a teórica, com aulas de roteiro e animação, por exemplo.

O mercado de trabalho é bastante amplo, porque várias empresas de segmentos diferentes podem contratar este tipo de profissional, já que o desenvolvimento de jogos eletrônicos tem se tornado cada vez mais comum, com usos bem variados.

14/10
Hoje é dia de falar sobre química

Entender tudo de matéria, substâncias e compostos. Este é o trabalho do químico, e é esta a profissão que falaremos nesta semana.

Quem opta por estudar química na universidade pode atuar em indústrias químicas, auxiliar no desenvolvimento de novos materiais, além de supervisionar a produção e aplicar testes de qualidade.

Este profissional também pode elaborar projetos de instalações industriais e fazer a manutenção de equipamentos.

Outras opções de carreira para quem opta pela química é a pesquisa ou dar aulas, cujo mercado de trabalho também é bastante interessante.

O curso é focado em quatro áreas da química: orgânica, inorgânica, analítica e físico-química. Os alunos têm aulas teóricas e bastante prática em laboratório.

26/09
Aula de publicidade em espanhol

Pode até parecer o guia de profissões que publicamos às sextas-feiras, mas não é. Isso porque o professor Roberto Carlos, de espanhol, organizou uma atividade muito profissional com os alunos: praticar o que faz um publicitário.

A ideia foi que os alunos do 2º ano participasse de todos os processos de criação e produção, inclusive para que possam considerar a publicidade como uma opção de carreira. Inclusive, publicamos sobre isso no guia de profissões há pouco tempo. (para ler, clique aqui)

O resultado da aula pode ser visto abaixo, com toda a produção dos alunos:

imagem4 imagem3 imagem2 imagem1

23/09
Profissão para quem gosta de moda

Se você gosta de roupas, tênis e de sempre estar sabendo o que rola no mundo da moda, o curso de Produção Têxtil é uma ótima opção para prestar o vestibular. Pode não ser fácil, principalmente porque a Universidade de São Paulo (USP) é a única do país a oferecer o curso, no entanto, para quem gosta vale bastante a pena tentar.

A carreira deste profissional é variada, porque pode trabalhar tanto no desenvolvimento de materiais, como fios e tecidos, passando pela produção em si e até mesmo desenhar peças de roupas para grandes marcas.

O mercado é interessante porque o Brasil é um dos maiores produtores de malhas do mundo, ocupando a 3º posição. De acordo com o site Guia do Estudante, da Editora Abril, o salário inicial é de R$ 2 mil.

O curso é baseado em tecnologia de material e de produção; gestão; e design e moda. Mas o aluno também aprende questões relacionadas à área com foco em aspectos culturais e de negócios.

 

16/09
Guia de profissões: produtor cultural

Pode até não ser uma carreira muito conhecida, mas o produtor cultural pode fazer muita coisa no mercado de trabalho. Ele é basicamente responsável pela realização de qualquer show, peça de teatro, filme ou outros eventos culturais.

Este profissional é o que faz tudo acontecer, porque cuida da parte financeira, logística e organizacional para as empresas produtoras. O interessante é que a pessoa formada neste curso também pode trabalhar na televisão, por exemplo, auxiliando na produção de programas.

O mercado de trabalho em geral é bastante promissor, sobretudo após a aprovação da lei que incentiva a produção de conteúdo 100% brasileiro para ser transmitido em canais a cabo. A cidade de São Paulo, por exemplo, é considerada uma das maiores capitais culturais do mundo, com espetáculos de tudo quanto é tipo acontecendo diariamente. Agora imagina que cada um precisa de um produtor, logo . . .

O curso dura quatro anos e tem disciplinas bastante variadas, desde artes, filosofia e sociologia, até organização e planejamento de eventos artísticos.

Se você gosta de cultural esta é uma ótima opção de carreira.